Desenvolvedora do Angry Birds anuncia que abandonou o Windows Phone

Por Redação | 12 de Julho de 2016 às 10h49

Os dispositivos Windows passarão a não ter mais suporte aos famosos jogos da Rovio, incluindo o famoso Angry Birds. A desenvolvedora anunciou que está desistindo de apostar na plataforma da Microsoft, seja em PCs ou em dispositivos móveis, e que passará a trabalhar apenas com Android e iOS, plataformas em que estão a esmagadora maioria de seus fãs.

O fato de a Rovio descontinuar seus jogos para o sistema operacional de Redmond significa que eles não estarão mais disponíveis na Windows Store para download gratuito ou compra e deixarão de receber atualizações nos dispositivos que já contam com os jogos instalados. É importante notar que, apesar do considerável número de jogos da desenvolvedora na Windows Store, nenhum deles recebeu atualizações recentemente. Além disso, nenhum aplicativo foi atualizado para a versão universal do Windows 10.

Levando em conta que a participação do Windows Phone no mercado mundial está em torno de 2% e não apresenta indícios de que irá aumentar, não é uma surpresa tão grande que a Rovio deixe de apostar na plataforma. Além disso, a produtora de Angry Birds não é a única a abandonar a plataforma recentemente, já que muitas desenvolvedoras não veem razão para continuar desenvolvendo seus aplicativos para Windows, seja pela quantia inferior de lucros obtidos na loja ou pela pequena participação no mercado.

Ainda que o comunicado da produtora trate apenas do Windows Phone, outras informações falam sobre a descontinuação dos aplicativos em toda a plataforma Windows. A decisão da empresa chega em um momento em que seus resultados financeiros continuam a declinar. Apesar de a companhia ter sido considerada a maior desenvolvedora de games para smartphones e tablets do mercado em 2013, os números atuais não são promissores. Recentemente, a Rovio passou por uma reestruturação que resultou na demissão de quase 400 funcionários, o que diminuiu o número de empregados pela metade.

Atualmente, a desenvolvedora finlandesa tem gerado US$ 14,75 milhões por ano, enquanto que em 2012 os lucros bateram a casa dos US$ 77 milhões. O resultado positivo, no entanto, veio do filme Angry Birds, que conseguiu alcançar uma receita de US$ 300 milhões.

Via Windows Central

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.