Aplicativos importantes estão deixando o Windows Phone

Por Redação | 23 de Outubro de 2015 às 10h14

O Windows Phone está completando cinco anos de existência e a Microsoft ainda continua enfrentando desafios semelhantes aos encontrados na chegada do sistema operacional ao mercado. A falta de aplicativos continua a ser um problema para a plataforma e os desenvolvedores não parecem interessados em mudar essa situação. Em vez disso, aplicativos importantes estão abandonando o Windows Phone.

É o caso do Mint, que foi removido da Windows Phone Store nesta semana. Além disso, American Airlines, Chase Bank, Bank of America, NBC, Pinterest e Kabam têm descontinuado seus aplicativos para Windows Phone desde o ano passado. Muitos deles deixaram a loja ou simplesmente não estão mais sendo atualizados. Algumas das empresas citaram a falta de usuários como o principal motivo do abandono à plataforma, o que deixa a Microsoft um passo atrás na briga no setor mobile.

Aliás, a própria Microsoft tem reduzido a quantidade de aplicativos próprios para o seu sistema operacional. Recentemente, a empresa removeu vários aplicativos, como o MSN, o popular Photosynth e alguns apps de câmera para os dispositivos Lumia. Aplicativos como o Skype e o Office possuem versões mais atualizadas e uma experiência melhor no iPhone do que no próprio Windows Phone, algo que a Microsoft só deve mudar no Windows 10 Mobile.

O impacto dessas decisões começa a se tornar evidente nas vendas de dispositivos com Windows Phone. No último trimestre, Redmond vendeu apenas 5,8 milhões de Lumias em todo o mundo, uma queda de quase 40% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 9,3 milhões de unidades foram vendidas. Levando em consideração que a empresa tem lutado para aumentar a participação do sistema operacional no mercado, os números são catastróficos.

Como alento, a Microsoft tem a promessa de que um dos aplicativos mais utilizados pelos usuários, o Facebook, terá todos os recursos disponíveis para o Windows 10 Mobile. A afirmação foi feita pelo próprio CEO da companhia, Mark Zuckerberg. A expectativa é que o Instagram também chegue à nova plataforma com todas as funcionalidades disponíveis no Android e iOS.

O compromisso de Zuckerberg deixa evidente que a grande esperança da Microsoft é que o Windows 10 possa resolver o problema de aplicativos do setor mobile da empresa. O novo sistema operacional já conta com mais de 110 milhões de instalações e está estimulando desenvolvedores a criarem aplicativos universais que funcionem em PCs, smartphones, tablets e até mesmo no Xbox One. Além disso, soluções para facilitar a migração de apps Android e iOS para o Windows 10 também foram lançadas.

O Windows 10 Mobile deve chegar aos dispositivos compatíveis no mês de dezembro trazendo novas funcionalidades, aplicativos nativos, novo design e uma nova experiência aos usuários.

Fonte: The Verge

Fonte: http://www.theverge.com/2015/10/23/9602350/microsoft-windows-phone-app-removal-windows-store

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.