Microsoft promete reduzir preço de tablets e smartphones

Por Redação | 06 de Junho de 2014 às 10h23

Embora em alguns países – incluindo o Brasil – o Windows Phone tenha registrado um crescimento expressivo nos últimos meses, no mercado global ele é ainda responsável por apenas 3% dos usuários, segundo um relatório da agência Mobile Phone Tracker publicado no começo do ano. E como parte de um grande esforço que a Microsoft tem feito para popularizar a plataforma, este ano os consumidores podem esperar pela queda dos preços de tablets e smartphones com o sistema operacional instalado.

O vice-presidente de OEM da Microsoft, Nick Parker, disse ao Wall Street Journal nesta quinta-feira (05) na Computex, uma das maiores feiras de tecnologia do mundo realizada na Ásia, que o preço dos gadgets com o sistema operacional móvel da empresa podem cair pela metade ainda este ano.

"Nós chegaremos a um ponto onde nosso preço estará muito competitivo para dispositivos de 7, 8 e 10 polegadas. [...] Serão realmente surpreendentes. Ano passado, estávamos na casa dos 300, 400 e US$ 500. Neste ano, estaremos entre 100, 200 e US$ 300", declarou o executivo.

Em um cenário dominado pelo Android, que a Google oferece gratuitamente para os desenvolvedores, é natural que a Microsoft tome medidas como essa para se manter competitiva. Tablets como o Google Nexus 7 e o Kindle Fire 7, da Amazon, podem ser encontrados por US$ 200 e US$ 139 no mercado norte-americano. Recentemente, a Microsoft liberou a distribuição gratuita do Windows Phone para aparelhos com menos de 9 polegadas.

Parker não disse se a estratégia de distribuir gratuitamente o sitema é permanente ou se continuará no ano que vem, mas enfatizou que a Microsoft tem outras formas de manter sua receita que não seja cobrando pela licença do Windows.

Com isso, quem sai ganhando é o consumidor, que passa a ter mais opções em conta na hora de adquirir um aparelho.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.