Cortana, do game Halo, deve ser a assistente de voz do Windows Phone

Por Redação | 20 de Janeiro de 2014 às 06h55
photo_camera Divulgação

Quem jogou a série Halo já conhece a inteligência artificial Cortana. Presente desde o primeiro título da franquia exclusiva do Xbox, a personagem ganhou "vida" a partir de um clone do cérebro humano e é a fiel companheira do soldado Master Chief em suas missões. Agora, o holograma virtual mais famoso do console da Microsoft pode estar de casa nova e chegar também aos smartphones da companhia.

De acordo com o blog MSFTNerd, que costuma vazar algumas informações sobre a empresa, os primeiros aparelhos a receber a novidade serão os da linha Lumia, da Nokia. O anúncio deve ser feito em abril, mês em que a Microsoft fará sua conferência para desenvolvedores, a Build, onde também deve revelar detalhes sobre os sistemas operacionais Windows Phone 8.1, para celular, e Windows 9 e Windows 8.1, para tablets e computadores.

Além disso, a assistente pessoal dos celulares equipados com o software móvel da Microsoft não vai pegar emprestado apenas o nome da Cortana, mas também a voz da personagem nos games, dublada pela atriz Jen Taylor. A publicação ainda afirma que o serviço é ativado ao falar a expressão "Bing, Tell Me" ("Bing, diga-me", em tradução livre) e, a partir daí, o usuário pode realizar pesquisas ou perguntar sobre agenda, previsão do tempo, localização e outros assuntos.

O mais interessante é que a assistente estaria disponível no aplicativo do Bing em várias plataformas e não apenas no Windows Phone, o que incluiria iOS (Apple), Xbox One e no Windows para PCs. A expectativa é que o Beta da assistente Cortana seja liberado agora em abril, mas o lançamento oficial deve acontecer só no ano que vem em países que falam inglês, como os Estados Unidos - outros idiomas receberiam a ferramenta em 2016.

Cortana (Halo)

Cortana no Windows Phone

A notícia de que a Microsoft trabalha no próprio assistente de voz pessoal já circula na internet há algum tempo. Uma das pistas mais recentes surgiu em setembro do ano passado, quando um aplicativo chamado "zCortana" apareceu em uma versão desconhecida do Windows Phone. Até o diretor do Bing, Stefan Weitz, deu a entender que a empresa estaria desenvolvendo uma concorrente para a Siri, da Apple, e o Google Now, do Android.

Steve Ballmer, até então CEO da companhia, também citou o serviço em um memorando com estratégias da Microsoft, em julho de 2013. "Nossa interface de usuário será profundamente personalizada, baseada na inteligência avançada e quase mágica em nossa nuvem, que aprende mais e mais ao longo do tempo a respeito das pessoas e do mundo. Nosso sistema suportará nativamente todos os serviços essenciais, e será ótimo em responder perfeitamente o que as pessoas perguntarem, e até mesmo antecipar o que elas precisam antes mesmo de pedirem", dizia o documento.

Ainda de acordo com o arquivo, Ballmer afirmou que "o sistema não trará apenas informações já armazenadas nos smartphones, computadores e consoles - como já acontece nas ferramentas de buscas atuais -, mas também coletar dados entre os serviços da Microsoft para reuni-los em todos os aparelhos e possibilitar melhores experiências".

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.