Conheça os 24 países onde o Windows Phone é mais popular que o iPhone

Por Redação | 22.01.2014 às 18:08

Há quem acredite que o Windows 8 é um verdadeiro fracasso e que o Windows Phone seguirá o mesmo caminho do sistema operacional para desktops da Microsoft. No entanto, a verdade é que em muitos países o sistema operacional móvel de Bill Gates vem batendo concorrentes de peso, inclusive o iPhone, no número de vendas.

Para comprovar a notícia veiculada no começo deste mês, a companhia de Redmond decidiu analisar todos os países em que o Windows Phone foi lançado oficialmente e concluiu que o SO é mais popular que o iPhone nos seguintes lugares: Chile, Colômbia, República Tcheca, Egito, Equador, Finlândia, Grécia, Hungria, Índia, Italia, Quénia, Kuwait, Malásia, México, Nigéria, Paquistão, Peru, Polônia, Arábia Saudita, África do Sul, Tailândia, Ucrânia, Emirados Árabes Unidos e Vietnã.

O mais interessante é que em 14 desses países o Windows Phone ultrapassou a segunda colocada BlackBerry e assumiu a vice-liderança do mercado de dispositivos móveis, que antes era assediada pelo iOS da Apple.

Os mais céticos dirão que os dados são inconsistentes por serem fornecidos pela Microsoft. No entanto, a verdade é que eles são baseados num relatório divulgado pela famosa International Data Corporation (IDC), que traçou o cenário do mercado no terceiro trimestre de 2013. O mesmo relatório mostra que, no mesmo período de 2012, o Windows Phone só se sobressaía em relação ao iPhone em sete países e que em 12 meses as vendas do sistema operacional cresceram 156%, o triplo do Android e seis vezes mais que o iOS.

Apesar do resultado positivo, o site da Forbes faz algumas ressalvas.

  • Uma plataforma jovem e com pouca participação no mercado consegue crescer 156% com muito mais facilidade;
  • À exceção da Filândia e Itália, os demais países em que o Windows Phone é mais popular que o iPhone são países emergentes;
  • A expectativa por novos aparelhos faz com que o terceiro trimestre seja um período fraco para a Apple;
  • O número oficial de vendas do iPhone durante o quarto trimestre e, especialmente, o Natal ainda não foram divulgados;
  • Os dispositivos Windows Phone que mais vendem são aqueles de entrada, com o Lumia 5210 e 520 sendo responsáveis por mais de 42% do total de vendas.

Analisando esses pontos, alguns podem argumentar que o Windows Phone só consegue ganhar espaço naqueles mercados em que a Apple se faz ou pouco presente, ou seus dispositivos são caros demais, tornando-os pouco competitivos.

Embora essa argumentação seja válida, uma outra pesquisa feita em dezembro pela Kantar mostra que, aos poucos, o Windows Phone vem se tornando popular em países europeus às custas dos tropeços do iOS. Para se ter uma ideia, nos últimos 12 meses o iOS registrou retração de mercado de aproximadamente 5 pontos percentuais na Grã Bretanha, Alemanha, França, Itália e Espanha, amargando a marca de 15,8% de participação nesses lugares. Enquanto isso, o Windows Phone viu sua participação saltar de 4,8% para 10,2% nesses países.

Tabela mostra a segmentação do mercado europeu e o quanto o Windows Phone vem ganhando relevância nele

Tabela mostra a segmentação do mercado europeu e o quanto o Windows Phone vem ganhando relevância nele.

Com esses dados, a Kantar concluiu que o iOS reina absoluto em apenas dois países: Estados Unidos, com 40,8%, e Japão, com 61,1% do mercado.

Independente disso, é inegável que o Windows Phone vem ganhando terreno em todos os mercados, principalmente o europeu. Talvez a Apple não deva se preocupar com isso, mas, muito embora a renda arrecadada graças ao preço elevado dos aparelhos permaneça a mesma, é possível que a Maçã presencie o encolhimento de sua participação no mercado daqui algum tempo. Tudo bem, a maioria dos aparelhos com Windows Phone que está saindo por aí é de entrada, mas isso nunca foi uma má ideia para depois emplacar um dispositivo topo de linha.

Leia também: Sony confirma estar negociando com a Microsoft para lançar novo Windows Phone