Google fecha contas em redes sociais relacionadas ao Glass

Por Redação | 25 de Janeiro de 2016 às 12h39
photo_camera Divulgação

Em mais uma indicação de que a existência do Google Glass não é tão positiva quanto sua fabricante faz questão de afirmar, as contas em redes sociais do aparelho foram tiradas do ar neste final de semana. Desde este domingo (24), o dispositivo vestível não possui mais presença oficial em sites como Instagram e Twitter, além do próprio Google+, todos apagados sem aviso.

Mesmo depois do lançamento do aparelho, considerado um fracasso até mesmo pelas próprias companhias, as contas continuavam sendo utilizadas para prestar suporte ou entregar conteúdo aos clientes. Uma das principais fontes de assunto era a hashtag #ThroughGlass, que exibia imagens capturadas pelas lentes do dispositivo e sugeria aplicativos e novas formas de utilizá-lo.

Mais do que uma confirmação de que até mesmo o próprio Google não ficou satisfeito com a performance do Glass, o encerramento das contas nas redes sociais pode sinalizar também o fim da intenção de lançar o produto para o consumidor final. O gadget chegou até a ser liberado desta maneira, mas em um lançamento limitado e focado nos entusiastas. Parcerias com fabricantes de óculos e outras empresas de tecnologia também foram anunciadas, mas nunca viram a luz do dia.

Por outro lado, esse desaparecimento pode, não necessariamente, significar o fim do Google Glass. Fontes ligadas ao processo de desenvolvimento do produto indicam que, cada vez mais, os óculos se tornam um aparelho muito bem visto pelo segmento corporativo, e inclusive já estaria sendo utilizado em uma versão de testes mais robusta por parceiros selecionados pela fabricante. Esse setor não precisa de marketing via redes sociais, já que opera à sua própria maneira e, sendo assim, a gigante das buscas não mais precisaria ocupar sua equipe de internet com isso.

Cada vez mais, parece que a comentada Enterprise Edition será o futuro do Google Glass. O aparelho segue em desenvolvimento pelas mãos do time do Project Aura, que faz parte do Alphabet, e há quem diga que até mesmo o próprio nome do dispositivo pode acabar mudando em algum momento. Sobre tudo isso, entretanto, o que se tem são muitos rumores e especulações ladeados por quase nenhuma informação oficial concreta, além de alegações de que tudo está caminhando.

Fonte: 9 to 5 Google

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.