OpenGlass: projeto estuda benefícios do Google Glass para deficientes visuais

Por Redação | 06 de Agosto de 2013 às 12h24

Dois alunos de doutorado criaram uma nova empresa, a Dapper Vision, para estudar e desenvolver outras aplicações que possam tornar o uso do Google Glass útil para pessoas com deficiência visual. Muito além do acessório luxuoso, os óculos inteligentes do Google podem servir em um futuro próximo como um sistema de informação para deficientes visuais.

Nos primeiros testes realizados dentro do projeto OpenGlass, os estudantes desenvolveram aplicativos para o gadget que ajudarão os deficientes a terem ideia e percepção melhores sobre tudo que está a sua volta como, por exemplo, reconhecer produtos e estabelecimentos. Uma das primeiras aplicações desenvolvidas, o Question-Answer, utiliza o Twitter e o Mechanical Turk, da Amazon, para identificar produtos e objetos.

Os usuários devem tirar uma foto do produto e enviá-la ao aplicativo junto com uma pergunta. As perguntas são enviadas para o Twitter e para o Mechanical Turk, e assim os usuários recebem a resposta de seus seguidores em tempo real, como revela o site Phys.org. O objetivo dessa aplicação é que o deficiente visual pergunte ao Glass qual é o objeto ou produto que está segurando e obtenha a resposta.

O segundo aplicativo, chamado Memento, carrega uma série de imagens e anotações que um usuário com visão cria previamente para que um usuário cego possa ouvir as informações. A pessoa com visão cria e descreve uma cena. Uma vez concluída a descrição, um deficiente visual, usando o Glass, poderá ouvir a descrição completa de tudo que está em uma sala ou cômodo. O Google Glass será capaz de reconhecer a cena e acessar a descrição em áudio feita pela pessoa com visão.

Além disso, o Memento também é capaz de alertar os usuários com deficiência visual sobre objetos perigosos. Confira abaixo um vídeo demonstrativo dos aplicativos do OpenGlass, em inglês:

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.