Google quer impedir restrições ao uso do Glass no trânsito

Por Redação | 25 de Fevereiro de 2014 às 16h09
Tudo sobre

Google

A proibição do uso de celulares no trânsito já é uma realidade na maioria dos países. Agora, porém, essa restrição pode ser estendida também ao Google Glass. Pelo menos três estados americanos – Illinois, Missouri e Delaware – estariam considerando vetar a utilização do aparelho por motoristas, alegando que as informações exibidas no pequeno display poderiam distraí-los.

Para combater essa possibilidade, o Google já está trabalhando junto ao governo, por meio de seus próprios funcionários e também lobistas contratados, para tentar frear essa regulamentação. Discussões relacionadas ao uso do Glass e outras tecnologias vestíveis estão acontecendo em oito estados americanos, todos procurando conhecer melhor os gadgets e avaliando sua influência ou não sobre o trânsito. As informações são do jornal O Globo.

A ideia do governo seria se antecipar à chegada do Google Glass às lojas. Por enquanto, o aparelho é entregue a desenvolvedores e outros interessados por meio do programa Explorer, voltado para novas ideias e aplicações que usem a tecnologia vestível.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

Um dos argumentos do Google para impedir a proibição é que o uso do GPS a partir do Glass seria muito mais seguro que a utilização de celulares ou aparelhos próprios para esse fim. Como as coordenadas e o caminho a seguir são exibidos perante os olhos do motorista, ele não precisa desviar o olhar e, sendo assim, permanece com a atenção completa no que está acontecendo adiante.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.