Edição "fashion" do Google Glass está à venda por até US$ 1.800

Por Redação | 23 de Junho de 2014 às 12h23
photo_camera Divulgação

Não é mais segredo que o Google Glass já está disponível para venda, pelo menos lá nos Estados Unidos. Qualquer usuário interessado no gadget, que ainda está em fase de testes, pode fazer um cadastro no site oficial do produto – que só está disponível no idioma inglês – e comprá-lo pelo preço de US$ 1.300 (cerca de R$ 3.000 na cotação atual).

Mas para aqueles que desejam adquirir o acessório sem abandonar o estilo, aí vai uma novidade: uma linha especial assinada pela estilista belga Diane von Furstenberg. A parceria entre o estúdio DVF e a gigante das buscas foi anunciada no início deste mês, mas só nesta segunda-feira (23) as edições especiais dos óculos de realidade aumentada começaram a ser vendidas pela loja Net-A-Porter.

Batizada de "DVF | Made for Glass", a linha inclui cinco armações diferentes de óculos de grau e de sol, disponíveis em oito tonalidades distintas, entre elas preta, azul, cinza e rosa claro. As armações com o Glass embutido, mais as lentes de grau, custarão US$ 1.725 (R$ 3.900), enquanto os óculos de sol de com o gadget acoplado sairão por US$ 1.620 (R$ 3.660). Também é possível adquirir um bundle incluindo armação com óculos de sol e de grau por US$ 1.800 (R$ 4.027) e as entregas são feitas apenas para quem mora em território norte-americano.

No vídeo abaixo, Furstenberg aparece ao lado de Isabelle Olsson, uma das principais responsáveis pelo design do Google Glass. Mais uma vez, Olsson destaca a importância do visual em um produto para garantir seu sucesso. A designer do Google já havia dito que, quanto menor for o gadget, melhor será a experiência final do usuário – o Glass, por exemplo, atualmente pesa apenas 65 gramas, mas pode ficar ainda menor e mais leve quando for lançado em sua versão de consumidor.

É importante destacar que a versão do Glass vendida atualmente ainda é a do Programa Explorer, ou seja, a que está em fase de testes. Isso significa que muitas funções não estão prontas e outras podem operar com lentidão ou problemas de rede, já que a maioria dos aplicativos funciona de forma inacabada ou indisponível. Dessa forma, não se pode criar grandes expectativas, pois quem adquirir o gadget pode não ter uma experiência perfeita.

Além da linha especial do estúdio DVF, o Google possui parcerias com outras empresas do mundo da moda. Entre elas está a Luxottica, dona de marcas como Oakley, Vogue e Ray-Ban, que também lançará armações mais "chics" do acessório. A previsão é que os primeiros modelos cheguem ao mercado ainda este ano.

Leia também:

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.