Os melhores 26 / 31 vídeos

Melhores smartphones até R$ 1.000 de 2018

08:41 | Por Adriano Ponte | 13 de Novembro de 2018

Uma das coisas mais pedidas pelos que acompanham o Canaltech é justamente a faixa de preço dourada dos “smartphones que custam menos de R$ 1000”. Separamos alguns dos melhores aparelhos recentes que se encaixam nessa faixa para vocês, sem incluir smartphones “velhos”, com dois anos de mercado e que despencaram de preço.

Todos os aparelhos que aparecerão aqui podiam ser encontrados por até R$ 1000 no mercado nacional na data de publicação desta matéria, com valores tecnicamente empatados pelas oscilações de loja-a-loja, portanto considere todos os modelos como “de mesmo preço”, porém sabemos que você conseguirá encontrar algum deles numa “oferta especial”, porém depende da sua observação e acompanhamento dos preços. Está por sua conta.

Galaxy J6 e Galaxy J7 Prime 2

Começando por dois aparelhos da Samsung que praticamente representam um mesmo modelo, apresentando pequenas diferenças (mas) preservando CPU, GPU e câmera traseira.

Principais características dos aparelhos:

  • Chipset Exynos 7870 Octa
  • CPU Octa-core 1.6 GHz Cortex-A53
  • GPU Mali-T830 MP1
  • 3GB RAM
  • 32 GB ROM (+ microSD)
  • Câmera traseira de 13 MP (f/1.9)
  • Leitor de impressões digitais

Tanto o Galaxy J6 quanto o Galaxy J7 Prime 2 contam com todos os atributos que acabamos de citar, além de ambos se encaixarem entre os “melhores smartphones (até R$ 1.000) de 2018”; o porém é que existem alguns fatores de “desempate” para quem busca um dos dois aparelhos, ficando a cargo do perfil de usuário a escolha.

No Galaxy J7 Prime 2 temos uma tela LCD de 5.5” resolução maior (1080p, 16:9), ao passo que no Galaxy J6 temos uma tela Super AMOLED de 5.6”, porém numa resolução menor (720p, 18.5:9).

O J7 Prime 2 combina metal e plástico, trazendo um pouco mais de bateria e MP na câmera frontal (3300 mAh, 13MP ~ f/1.9) se comparado ao J6 (3000 mAh, 8MP ~ f/1.9), todo em plástico.

Quem prefere AMOLED pode ir de J6; quem não liga pra isso pode aproveitar alguns mimos extras no J7 Prime 2.

Motorola E5 Plus

Dentre a enxurrada de aparelhos oferecida pela Motorola o E5 Plus consegue certo equilíbrio entre preço e itens oferecidos, sendo uma opção mais “entrada” para quem não pretende comprar um modelo da linha G ou Z de edições passadas e faz questão de pegar um smartphone lançado pela Motorola em 2018.

Nossa dica é: este aparelho é mais simples e existem outras boas opções da Motorola para você, porém a chance de passar dos R$ 1.000 é boa.

Apesar do E5 Plus ser mais um modelo mais simples ainda falamos de uma experiência mais interessante que os aparelhos da linha Moto C, além de aproveitar os incrementos que o E5 Plus traz sobre o E5 normal, dando uma direção para os interessados em modelos da Motorola.

Principais características do aparelho:

  • Chipset Snapdragon 425
  • CPU Quad-core 1.4 GHz Cortex-A53
  • GPU Adreno 308
  • 2/3 GB RAM
  • 16/32 GB ROM (+ microSD)
  • Câmera traseira de 12 MP (f/2.0)
  • Câmera frontal de 5 MP (f/2.0)
  • Tela IPS LCD 6.0” (720p ~ 18:9)
  • Leitor de impressões digitais
  • 5000 mAh de bateria

Multilaser MS 80

Quem prefere uma opção fora das 4 ou 5 marcas que exaustivamente falamos o ano inteiro pode optar pelo Multilaser MS 80, uma surpresa interessante que apareceu em 2018, colocando a marca na leva de modelos com tela “18:9” num design atualizado para afinar o corpo do smartphone, ganhando tela no processo.

O Multilaser MS 80 faz parte dos aparelhos desse ano que dão ao usuário um modelo de entrada com pegada de “atualizado, moderno” assim como os outros aparelhos dessa lista.

Principais características do aparelho:

  • Chipset Snapdragon 430
  • Octa-core 1.4 GHz Cortex-A53
  • GPU Adreno 505
  • 3/4 GB RAM
  • 32/64 GB ROM (+ microSD)
  • Câmera traseira de 16MP
  • Câmera frontal de 20MP
  • Tela IPS LCD 5.7” (720p ~ 18:9)
  • Leitor de impressões digitais
  • 3000 mAh de bateria

Citamos 4 modelos nacionais na faixa de até R$ 1.000 para quem busca modelos acessíveis, de pronta entrega e dentro do mercado brasileiro. Agora, como menção honrosa citaremos dois aparelhos da Xiaomi que se encaixam nessa faixa, porém na modalidade “importação”, logo é possível que o dólar, taxas alfandegárias ou “taxas de conveniência” de importadoras nacionais passem os modelos da faixa de até R$ 1.000; fica a seu critério optar ou não por eles.

Xiaomi Mi A2

Segunda geração do modelo da empresa com “Android One”, o Android puro direto do Google com garantia de updates por um longo período direto pela gigante de buscas, o Mi A2 combina a excelência de software com um smartphone honesto para quem busca um intermediário de respeito. Suas especificações não se destacam como “matadoras”, porém entregam uma experiência bem sólida para quem pretende manter o telefone por um período de tempo maior.

Principais características do aparelho:

  • Chipset Snapdragon 660
  • CPU Octa-core (4x2.2 GHz Kryo 260 & 4x1.8 GHz Kryo 260)
  • GPU Adreno 512
  • 4/6 GB RAM
  • 32/64/128 GB ROM
  • Câmeras traseiras de 12MP (f/1.8) + 20MP (f/1.8)
  • Câmera frontal de 20MP (f/2.2)
  • Tela IPS LCD 5.99” (1080p ~ 18:9)
  • Leitor de impressões digitais
  • Bateria de 3000 mAh


Redmi Note 6 PRO

A linha “redmi” faz parte dos aparelhos amplamente conhecidos como “custo benefício” da Xiaomi, e no Redmi Note 6 PRO temos essa proposta atualizada para 2018.

O modelo oferece itens interessantes para um aparelho mais barato sem sacrificar a usabilidade direta do usuário; o Redmi Note 6 PRO é uma opção oposta ao Mi A2 e Mi A1 também oferecidos pela empresa, contando com a MIUI como customização do sistema Android que move o aparelho.

Principais características do aparelho:

  • Chipset Snapdragon 636
  • CPU Octa-core 1.8 GHz Kryo 260
  • GPU Adreno 509
  • 3/4/6 GB RAM
  • 32/64 GB ROM (+ microSD)
  • Câmeras traseiras de 12 MP (f/1.9) + 5 MP (f/2.0)
  • Câmeras frontais de 20 MP (f/2.0) + 2 MP
  • Leitor de impressões digitais
  • Bateria de 4000 mAh
Gostou desse vídeo?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.