Canaltech Responde 150 / 171 vídeos

Celular é investimento? [CT Responde]

08:00 | Por Adriano Ponte | 08 de Maio de 2018

Dúvida recorrente que chega ao Canaltech: seria seu celular um investimento?

A resposta direta é: não. O conceito de investimento é aplicar dinheiro em algo que se valorize, agregando riqueza ao longo do tempo. Necessariamente, smartphones decaem de valor, e mesmo que possuam alto valor de revenda futuro terminam como prejuízo se comparados aos valores de compra originais.

A maior justificativa para a dúvida girar em torno do conceito de "investimento" é a aplicação do aparelho em trabalhos profissionais, seja pela câmera/conexão e afins; também pensando assim temos novamente a resposta: não, celular não é investimento, mesmo que seja uma ferramenta essencial de trabalho. Clipes de papel são itens essenciais para algumas profissiões, e nem por isso você verá alguém justificando a compra deles como "investimento". São gastos.

Um smartphone é um gasto, um "passivo" na sua conta sobre gastos e lucro. Apesar de essencial para alguns, ainda sim deve ser visto como "custo", "gasto" para que seu trabalho seja realizado. Investimentos não visam adquirir itens que desvalorizam, e smartphones sempre estão nessa categoria (mesmo que os trabalhos realizados com eles sejam lucrativos, não esqueça: eles são o "custo" necessário para realizar o trabalho propriamente dito).

Nesse caso, o investimento é seu tempo e esforço, não os aparelhos que perdem valor diariamente e tem baixo valor de revenda.

Gostou desse vídeo?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.