Análise de Produto 340 / 404 vídeos

Zenfone 4 Selfie Pro [Análise / Review]

12:32 | Por Redação | 20 de Outubro de 2017

A Asus já mostrou que 2017 é o ano em que a empresa vai manter o foco nas câmeras, com uma campanha forte em cima disto. Já conhecemos o Zenfone 4 aqui no Canaltech, mas existe também a variante “Selfie Pro”, que tem duas câmeras na parte frontal.

A premissa dele é a mesma, mas sendo voltado para um público diferente. Quer saber do que esse aparelho é capaz? Então bora lá no meio do mato que eu explico.

O APARELHO

Não é de hoje que a Asus consegue emplacar algumas linhas de produtos bem interessantes, e uma delas é a “Selfie”, que não foi extinta e agora faz parte da família Zenfone 4. Esta aqui é a versão “Pro” do Zenfone 4 Selfie, ou, basicamente, um modelo acima da média para quem quer um smartphone voltado para a prática.

Ele segue a mesma linha de design do Zenfone 4, mas no lugar do vidro nós temos o acabamento em metal fosco nele. A câmera traseira ainda fica um pouquinho para fora do corpo, que inclusive não escorrega com tanta facilidade por causa dos detalhes arredondados.

Mas, se por um lado isso soa positivo, saiba que o smartphone não traz nenhuma proteção contra água. Pois é. Mas ainda temos um celular fininho, de qualquer maneira: são menos de 7 mm de espessura com 147 g de peso, fazendo dele um dispositivo tranquilo de ser segurado.

O leitor biométrico dele vem para a parte da frente, estando alinhado na barra inferior com os botões (capacitivos e retroiluminados) para navegar no Android. E seguindo a tendência do mercado, a leitura da sua digital é feita em instantes só de encostar o dedo na posição.

Este não é o design mais revolucionário do ano, mas está bem encaixado para um aparelho cheio de sensores na parte da frente.

DISPLAY E MULTIMÍDIA

A diferença primordial do Zenfone 4 Selfie Pro para todos os outros modelos da linha Zenfone 4 no Brasil está na tela. A Asus aposta no Super AMOLED neste modelo, que traz as mesmas 5,5” de tamanho com resolução Full HD (1920 x 1080p).

Ele usa ainda o vidro Gorilla Glass 3 com acabamento 2.5D, mantendo uma gama de cores muito boa e com tons pretos profundos, tal como a tecnologia proporciona. Uma das vantagens neste quesito é o modo Always-On, além da economia de energia que também vem no pacote.

A saturação de cores dessa tela também é equilibrada, mas você ainda pode personalizar a matiz e saturação ou a temperatura das cores. A Asus também disponibiliza um modo de Super Cor e outro para usar o aparelho em ambientes com baixa iluminação sem prejudicar a sua vista.

No geral, o Zenfone 4 Selfie Pro tem a melhor tela de todos os modelos comercializados no Brasil dessa família, mas o brilho emitido por ela não é um dos melhores para ambientes ensolarados. Ele só não se equipara, mesmo, no áudio. Por aqui nós não temos uma configuração estéreo, o que de fato não é tão positivo, mas não é o fim do mundo.

Neste caso, a melhor experiência para ouvir músicas no Zenfone 4 Selfie Pro é com fones de ouvido de alta qualidade, tendo em vista o suporte ao Hi-Res e DTS. Junte isso ao display Super AMOLED e você realmente conseguirá assistir um filme de modo mais imersivo neste aparelho.

ESPECIFICAÇÕES


Este modelo não é o mais forte da Asus para 2017, mas definitivamente é um dos mais interessantes quanto falamos de intermediários com foco em selfies. Ele traz, entre outros:

* Chipset Snapdragon 625 octa-core (2.0 GHz)
* GPU Adreno 506;
* 4 GB de RAM;
* 64 GB de memória (~51 GB);
* MicroUSB 2.0*.

E respondendo a questões rápidas, o Zenfone 4 Selfie Pro não tem NFC e usa Bluetooth v4.2. A bandeja dele é híbrida, mas se você optar por usar dois chips, saiba que apenas um poderá funcionar com o 4G (e o outro no 3G) - neste caso, você escolhe qual deles vai usar uma banda maior de dados.

Para os que curtem testes de benchmark, nós também colocamos o aparelho à prova de algumas ferramentas populares, e vocês podem conferir tudo agora.

USABILIDADE E DESEMPENHO

Não é difícil entender o motivo pelo qual o Zenfone 4 Selfie Pro tem um desempenho bom. Dá para usar utilitários do seu trabalho numa boa e sem engasgos, enquanto que a navegação na internet e com apps de redes sociais é bastante lisa. Só para efeito de comparação, ele tem desempenho bem semelhante ao do Moto Z Play de primeira geração.

Games como Breakneck também rodam facilmente no aparelho, mostrando que o hardware dá conta do recado. Injustice 2 também rodou tranquilamente por aqui, sendo essa mais uma prova de que os próximos games pesados não serão um incômodo real no Zenfone 4 Selfie Pro.

E nós falamos “incômodo real” porque não é tão comum se deparar com travamentos neste aparelho ou lags na hora de abrir os apps.

Ah, mas sim, o corpo dele tende a esquentar quando você usa aplicativos mais pesados. Se você estiver com a câmera aberta por muito tempo vai perceber isto, então a dica é: se notar que o smartphone está esquentadinho, pause um pouco a atividade, deixe ele respirar e só então volte a fazer o que estava fazendo.

Estamos com a versão 7.1.1 do Android rodando no Zenfone 4 Selfie Pro, que vem acompanhada da ZenUI 4.0. Se compararmos a interface da Asus de agora com a de alguns anos atrás, as diferenças são bem notáveis. Primeiro que você não tem mais uma infinidade de aplicativos pré-instalados, mas ainda existem alguns como o “Selfie Master” ou o “Gerenciador de Celular”.

Este segundo é um tanto quanto interessante, pois você pode gerenciar a bateria, uso de dados, notificações e afins. Lá você também ativa o Super Boost, que na teoria serve para você aproveitar o seu celular ”sem lentidão”. Na prática, mesmo, você acaba não notando essa diferença gritante que é prometida.

Verdade seja dita: as modificações da Asus estão mais leves, ou mais “clean”, como a própria costuma dizer. Boa parte dos recursos pode ser habilitada ou desabilitada na aba “Configurações personalizadas Asus” dos ajustes, então para quem tinha receio dessas alterações aqui fica o adendo.

CÂMERAS

Se todos os outros modelos da linha Zenfone 4 utilizam duas câmeras na traseira, neste aqui o sistema duplo vem na frontal. A premissa é a mesma, sendo um sensor de 12 MP (f/1.8) com distância focal de 25 mm, e outro secundário de 5 MP com ângulo aberto de 120 graus.

Há ainda um modo para fazer fotos com o “dobro da resolução”, mas… sinceramente, você vai preferir os modos tradicionais.

A principal sacada do Zenfone 4 Selfie Pro é agradar uma parcela de usuários que não é tão grande, mas que se importa com a qualidade as fotos capturadas com a câmera frontal. De fato, o sensor Sony IMX362 tem feito um trabalho bom e não faz feio. É, literalmente, a principal câmera deste modelo.

Você vai ter fotos nítidas, com boa definição de contraste e recursos como o “modo retrato”. Todo o trabalho realizado para desfocar o fundo é feito por software, logo não existe, de fato, um sensor trabalhando apenas para fazer essa medição.
O resultado pode ficar muito bom, mesmo, se você estiver em um lugar bem iluminado. Com baixa iluminação, o recurso nem mesmo funciona.

Mas, ainda assim, é uma opção básica para quem quer fazer fotos com um ar mais profissional com a câmera frontal. Só não espere por um resultado semelhante a de aparelhos que realmente utilizam dois sensores para fazer esse efeito.

Existem falhas, vez ou outra ele acaba desfocando algo que era pra ter ficado em primeiro plano e estragando a composição. Ok, isso é coisa que a Asus pode trabalhar, visto que é tudo feito com o software. Até lá, acreditamos que essas atualizações poderão dá-lo, de fato, o título de “Pro”.

Um adicional muito legal do Zenfone 4 Selfie Pro é fazer vídeos em 4K. Pra quem cria muito conteúdo para a internet, ou mesmo gostar de gravar vlogs e afins, esse pode ser um adicional bem interessante. Não existem tantos microfones quanto no Zenfone 4 para melhorar a captura de áudio, mas na imagem fica tudo bem dentro dos padrões.

Não vamos nos esquecer, também, da câmera traseira. Ela faz fotos… “ok”, sem nenhum ajuste relevante que a faça ser equiparável ao sensor frontal. Neste caso, a câmera traseira tem seu valor invertido e passa a ser bem secundária.

Por fim, as fotos com ângulo aberto definitivamente não têm a mesma qualidade, então nós recomendamos usar o sensor principal que tem 83 graus de captura.
BATERIA E ACESSÓRIOS

Dentro do Zenfone 4 Selfie Pro a Asus colocou uma bateria de 3.000 mAh, que não é uma das mais “cheias” do mercado mas dá um fôlego bacana para quem precisa do aparelho funcionando o dia todo.

E é exatamente o que ele entrega, ainda com uma folga pequena para o fim da noite. Quem é mais ativo e realmente não larga o celular, aí realmente a autonomia dele pode não ser das melhores. O que é um tanto quanto questionável, dada sua utilidade real que são as fotos.

Em nossos testes de estresse, com ele conectado ao Wi-Fi e brilho máximo rodando vídeos em streaming, a descarga média foi de 15% por hora. Em comparação com smartphones como o Moto G5S Plus e Xperia XA1, o modelo da Asus fica para trás por não entregar tanto tempo de uso.

Vale lembrar que ele conta com o carregador de 10W da Asus, mas que poderia ser a versão com 18W que vem na caixa do Zenfone 4 normal. Uma boa explicação, talvez, é o fato do smartphone não ter uma entrada USB-C como o seu irmão mais parrudo. Ainda assim, pra carregar esse aparelho você vai precisar de 2 horinhas (ou mais) com ele plugado na tomada.

VALE A PENA?

Não há como negar que o Zenfone 4 Selfie Pro é um smartphone com hardware bom para a faixa de mercado em que atua, e que a Asus também trouxe melhorias na interface de usuário para torná-la mais agradável. O design do aparelho também chama atenção, assim como o display de boa qualidade.

Só que o foco aqui está nas câmeras, mais especificamente nas frontais. Esta definitivamente não é a definição perfeita de smartphone voltado para selfies, tendo em vista que algumas melhorias poderiam ser feitas. O aplicativo dedicado para as fotos frontais, por exemplo, tem sua funcionalidade questionável, diferente das gravações em 4K que realmente podem ser um diferencial bacana para quem curte esse tipo de conteúdo.

Neste caso, o Zenfone 4 Selfie Pro ainda precisa caminhar um pouquinho para chegar ao nível “Pro”, mas dentre os aparelhos específicos para selfies ele manda bem.
Mas se o seu foco é desempenho superior e câmeras comuns, sem nenhuma segmentação delas, existem opções mais viáveis no mercado brasileiro, como o Galaxy A7 2017 ou até mesmo o Moto G5S Plus.

O Selfie Pro tem seu valor de mercado estipulado em R$ 1.899, mas existem precinhos mais camaradas no varejo.

Gostou desse vídeo?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.