Análise de Produto 400 / 437 vídeos

RAWAR Armagedon: a experiência pura de um PC Gamer

06:44 | Por Wellington Arruda | 10 de Abril de 2018

*Conteúdo patrocinado

Aqui no Canaltech nós sempre recebemos alguns produtos e dispositivos bem legais para testes, e vez ou outra aparecem coisas relacionadas a games, para a nossa sorte. Há alguns dias nós pegamos o Armagedon, um PC Gamer da marca brasileira RAWAR que leva o selo Intel® Extreme Masters e promete desempenho muito bom.

Este aqui não será um review propriamente dito da máquina em si, com testes de benchmark e tudo mais. Por outro lado, vamos contar a vocês um pouquinho da experiência de ter um PC Gamer top de linha em mãos, e que não sofre em basicamente nenhum game - mas que também tem precinho de PC Gamer, mesmo!

Mas, chega de enrolação! Vamos lá conferir o Armagedon em funcionamento.

Ter um PC Gamer não é para todos, de fato. E nós não falamos isso porque eles normalmente são caros, mas sim porque nem todo mundo quer ou precisa de um modelo tão potente no quarto ou escritório.

No caso do Armagedon, a RAWAR adicionou componentes bem fortes, como o processador Intel® Core™ i7 de 8a Geração que dá um bom impulso com jogos pesados e até mesmo títulos de realidade virtual. Só basta ter todos os acessórios.

O negócio é que os games são uma ferramenta muito mais útil do que aparentam ser. Para quem é aficionado e não consegue passar muito tempo sem acompanhar as tendências e evoluções, o ideal é ter uma máquina forte para não acabar “ficando para trás”.

Pense no seguinte: jogos mais antigos, mas ainda pesados, exigem hardware mediano hoje em dia, mas os próximos jogos vão precisar de ainda mais poder de processamento. Tendo este modelo como parâmetro de comparação, a ideia que nós temos logo de cara é que, além de ter sido feito para rodar os principais jogos sem engasgos, ele também quer se manter firme nas próximas gerações.

Os PCs sempre serão comentados quando gamers falam sobre desempenho. E apesar de não conseguirem o mesmo destaque de antes, segundo a IDC, entre janeiro e março deste ano, 1,1 milhão de máquinas foram vendidas.

Ainda não temos números específicos atualizados sobre os PCs destinados para aos gamers, embora os dispositivos estejam ficando cada vez mais essenciais para a prática. E isso sem contar a profissionalização, com o eSports ficando cada vez mais popular tanto no Brasil quanto em outros países ao redor do mundo.

E, é claro, um PC Gamer como o Armagedon não poderia abrir mão de uma carcaça imponente, não é?

Ele utiliza um gabinete S340 Elite na cor preto fosco, com detalhes e LEDs vermelhos que fazem o computador parecer menos futurista e mais pé no chão. Ele é bonito, simples e com poucos detalhes, mas que também não abandona alguns aspectos premium.

A parte de cima do Rawar traz algumas portas USB, entrada HDMI e o botão para ligar e desligar o PC. É tudo muito simples, sem chamar muita atenção. Só que uma das laterais do gabinete é de vidro, transparente, e permite que você veja todo o equipamento (e a enorme placa de vídeo) funcionando. É bonito pra [email protected]#^&%&!

Essa máquina também vem com memória Intel Optane para dar aquele boost e melhorar a sua experiência de uso. Sabe aquele power-up que você compra no joguinho e aí o seu personagem sai voando? É mais ou menos o que a memória Optane consegue fazer com o seu HDD.

Esse modelo aqui tem 32 GB, mas a Optane *não* armazena dados, beleza?

O que ela faz é acelerar o acesso a dados essenciais dos programas e jogos. Com isto, o tempo de inicialização desses programas é muito menor, mas com a vantagem de fazer essa aceleração dos arquivos no HD, que nesse tem 1 TB de armazenamento.

Outra coisa importante da memória Optane é que ela tem a capacidade de aprender com o seu uso para facilitar o acesso a estes arquivos. Se você tem o costume de abrir muitas vezes o Premiere, por exemplo, parte dos arquivos essenciais já estará pré-carregada na Optane, e então as próximas inicializações dele serão agilizadas. O mesmo acontece com todos os outros programas ou jogos que você tem mais costume de utilizar.

Sabe aquela sensação de “hmm… será que isso roda de boa no meu PC?” Bom, ela sequer passa pela cabeça quando a gente fala de um PC como esse. Ele tem uma GPU NVIDIA 1080 TI com 8 GB que ajuda muito no desempenho dos jogos, mas também carrega um SSD de 120 GB e 8 GB de RAM.

E a propósito, a única vez que a gente viu lags ou travamentos, literalmente a única, foi quando eu estava instalando um game e jogando GTA V ao mesmo tempo.

Aí não tem nem como, né?

A gente brincou com uma lista de games recentes e, olha, a experiência foi muito boa. Até mesmo o GTA V, que foi lançado em 2013 e segue com ótimos gráficos, roda com muita propriedade nesta máquina e não chega a ser um desafio. E isso com todas as configurações no máximo.

Outros games como Assassin’s Creed Origins, Overwatch, Call of Duty 4 e Battlefield 1, só para citarmos alguns exemplos, podem ser jogados com uma taxa de quadros totalmente agradável, e se mantendo estável em praticamente toda a jogatina. Com essa configuração, foi realmente difícil ver o Armagedon engasgar ou reduzir o desempenho em partes de mais ação.

Nas configurações e ajustes certos, e com periféricos que ajudam a incrementar o gameplay, o Armagedon se torna uma máquina muito eficaz no que se propõe a fazer. Para este vídeo, a galera da Samsung também nos emprestou o Essential Curved de 27", que em títulos Resident Evil 7 deixa a experiência ainda mais imersiva.

Tudo bem que o mercado de games está bem diferente do que estamos acostumados a ver, embora uma coisa fique clara: a RAWAR projetou o Armagedon para jogadores exigentes e que simplesmente querem tudo funcionando sem enrolação.

Mas, a julgar pelo preço de R$ 9.899, novamente nós temos a impressão de que essa máquina foi projetada para quem busca o que há de mais forte no mercado. Mas, é bom lembrar, a RAWAR também disponibiliza outros modelos de PC Gamer com preços mais acessíveis.

E não que seja um desperdício comprar uma máquina dessas e não jogar tanto, afinal ela pode rodar muita coisa com os pés nas costas e vai durar muito tempo. Só que, seguindo esta lógica, os gamers mais apaixonados, ou os que preferem jogar no PC, com certeza aproveitam melhor o hardware pesado deste modelo.

Gostou desse vídeo?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.