Análise de Produto 392 / 436 vídeos

OnePlus 5T: uma atualização pequena, mas potente [Análise / Review]

08:37 | Por Redação | 19 de Março de 2018
Tudo sobre

A OnePlus faz parte do rol das marcas muito queridas pelo público, tanto pelo design de seus aparelhos quanto pela boa performance associada à marca. Para os conhecedores do OnePlus 5, temos uma melhora incremental do aparelho no OnePlus 5T, natural ponto de ligação entre o modelo 5 e o próximo OnePlus da marca que deve dar as caras em 2018.

Sua construção é de alumínio anodizado no corpo, deixando o vidro somente para a frente (decisão sábia e fora da loucura de colocar vidro dos dois lados de um aparelho); e seu peso é de aprox. 162 g. Sua traseira abriga um sensor de impressões digitais, dando o natural conforto dessa posição para acionamento do smartphone. Em geral, sua pegada e aparência são excelentes, dando aquela boa impressão ao ser manuseado.

Porém um aviso é necessário: não espere milagres no OnePlus 5T em relação ao 5 (como já dissemos, esse modelo é uma versão incremental de um modelo anterior, e algumas correções acabam ficando para trás); ainda não foi desta vez, por exemplo, que a marca trouxe o IP67 ou IP68 para o modelo – ou seja, resistência à água e poeira). Quem diz que isso é inútil, das duas uma: ou é inocente ou está mal intencionado, afinal, temos opções “nível topo de linha” da Apple/HTC/Samsung/LG com essa certificação, além de diversos aparelhos intermediários também resistentes à água.

Não deixe de fora da lista de “ainda não foi dessa vez” a falta de alto-falantes estéreo, com som abafável e apenas na parte de baixo do aparelho, além da ausência de suporte microSD.

Caso você tenha se perguntado sobre os botões no entorno do aparelho, temos um além do básico, logo acima do controle de volume do aparelho: um pequeno “slider” para que você silencie o smartphone (por completo ou não) com uma deslizada de dedo.

Mas voltemos nossa atenção para frente de vidro do aparelho. É notável que há um aproveitamento de tela excelente no OnePlus 5T, mostrando com sua tela 18:9 (de 6.01’) que 80% da frente de um aparelho coberta por tela já é capaz de satisfazer os maníacos por bordas (ou melhor, maníacos por não-bordas). Esse display trabalha em 1080 x 2160 pixels, (com ~401 ppi de densidade). A proteção é a Gorilla Glass 5.

Como esperado de um painel AMOLED, temos nas imagens apresentadas cores muito bem definidas, com um espectro de reprodução suave e realista. As imagens claras são muito brilhantes, as escuras têm ausência plena de luz quando necessário.

Se você preza por cores precisas e pretos de verdade, vai gostar do 5T, afinal, podemos fechar o veredito desta tela como “excelente”, oferecendo dentro do equilíbrio imagens bem representadas.

Especificações

  • Chipset Snapdragon 835
  • CPU Octa-core (4x2.45 GHz Kryo & 4x1.9 GHz Kryo)
  • GPU Adreno 540
  • Wi-Fi a/b/g/n/ac (dual-band)
  • Bluetooth 5.0
  • 6 GB RAM (para a versão com 64 GB de armaz. interno)
  • 8 GB RAM (para a versão com 128 GB de armaz. interno)
  • GPS/GLONASS/BEIDOU/GALILEO
  • USB-C
  • Bateria de 3.300 mAh

(a versão testada pelo Canaltech é a com 6 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno)

Performance

Talvez seja desnecessário dizer o que o nome Snapdragon 835 já deixa evidente: poder de fogo acima do que você possa precisar, com completo conforto e desempenho para qualquer título que você queira executar. Topo de linha.

Esse poder todo roda o Android 8 (Oreo), customizado pelo OxygenOS, que, assim como a MIUI da Xioami, traz pequenas multidões de fãs leais da OnePlus com suas modificações. Em geral, a semelhança com o Android original é grande, e notamos pequenas adições sobre o sistema trazidas pela ROM (tal como gestos customizados pela tela e homescreen). Assistentes de otimização proprietários da ROM também fazem parte do pacote, e isso inclui customização considerável de menus e funcionamento do aparelho.

Se você gosta de customização, vai aproveitar bem o OnePlus 5T. Se você prefere o Android Puro (como nos modelos Android One), mantenha distância, ok?

Provavelmente você deve estar pensando em quanta energia essa combinação de OxygenOS + Snapdragon 835 gasta. Falemos sobre isso então.

Temos que dar os parabéns para o OnePlus 5T, que nos mostrou um erro de julgamento sobre o modelo. Com uma bateria de 3.300 mAh para um aparelho poderoso como esse, imaginamos resultados fracos; mas a verdade é que as otimizações do 5T casam muito bem com a gestão de energia do chipset Snapdragon 835, permitindo que em reprodução de vídeo via Wi-Fi o aparelho gaste apenas 8% de sua bateria por hora – uma excelente marca se comparado a 90% dos aparelhos que testamos aqui no Canaltech.

Mas não se engane: se você gosta de fazer benchmarks para seu amigos por horas a fio (ou simplesmente joga sem parar no seu aparelho), será possível notar uma descarga completa em apenas 4 horas (afinal, um chip poderoso desse entrega muita performance quando necessário, cobrando seu preço sobre os 3.300 mAh de bateria). Poderiam ter mais mAh nessa fórmula, na nossa opinião, mas do jeito que está (e com as otimizações que rodam aqui dentro) temos um aparelho para o dia todo.

Uma nota: o carregador rápido incluso de 20 W consegue injetar 60% de carga na bateria em 1/2 hora. Caso precise uma carga completa, o tempo aproximado de carregamento é de 50 minutos. Excelentes números.

Câmeras

Para o sistema duplo de câmeras temos 16 MP (f/1.7, 27 mm) + 20 MP (f/1.7, 27 mm), com gravação de vídeos em até [email protected]

Esse par de câmeras traz o sistema de zoom como outros smartphones? Não exatamente da mesma forma. Traz captura em cor + preto e branco para combinação e HDR elevado? Não, nesse caso garantidamente não.

Mas qual a razão dessa duas lentes? Capturas com pouca luz.

Em ambientes com condição ideal de luz, temos imagens produzidas pelo 5T bem interessantes, sem saturação excessiva e sem cores opacas. Em geral são boas fotos, porém com detalhes mais finos perdidos numa suavização “aquarelada”, algo mais notável ao fotografar uma composição onde folhas de árvores são visíveis. Dias muito claros mostram que o HDR do aparelho é “ok”, mas não torna “muito belas” quaisquer fotos com luz e sombra ao mesmo tempo.

Agora, em baixa luminosidade, temos pouco da ideia de usar duas lentes para melhores imagens. Dentro do que conhecemos os aparelhos OnePlus temos um salto interessante e imagens boas de fato com resultados bem estáveis para pouca luz, porém temos que ser sinceros: é visível que o processo de combinar fotos e anular pixels de ruído não atinge a mesma qualidade que outros smartphones topo de linha conseguem com uma captura de lente única (no caso a mais especializada em pouca luz), mantendo nas fotos do 5T uma aparência geral na fotografia de “foto de smartphone”, bem diferente das impressionantes fotos em luz baixa que já vimos nos modelos topo de linha de outras grandes fabricantes, que chegam a se passar por câmeras DSLR mas mãos de usuários bons de fotografia.

Pelo menos o par de câmeras funciona melhor para o modo retrato, que resolve bem o desafio de desfoque casual.

Vale a pena?

Para quem já possui o OnePlus 5 ou tem acesso a uma oferta excelente do modelo, não vale a pena cogitar o 5T, afinal, ele naturalmente é um modelo incremental do OnePlus anterior (e nada mais).

Para quem pretende saltar de outro aparelho anterior da marca ou abaixo da linha do 5T, vale a escolha pelo display excelente, alta performance e um considerável equilíbrio numa bateria particularmente comum.

Usuários focados em fotografia podem se decepcionar um pouco, afinal, os resultados do 5T são bons, porém abaixo do que pode ser encontrado em outros aparelhos topo de linha das outras fabricantes.

O preço do aparelho flutua entre os 1.800 e 2.000 reais em lojas de importação, e não está à venda oficialmente no Brasil (você encontra ele em “marketplaces” daqui, porém com o custo Brasil incluso). Caso tenha dúvidas sobre a importação, assista ao nosso vídeo em que explicamos se vale a pena comprar produtos importados.

Mas, por esse valor, temos um aparelho indiscutivelmente potente e bem construído. Se é esse seu foco num smartphone, o OnePlus 5T é uma opção válida em relação ao OnePlus 5.

Gostou desse vídeo?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Citadas no Vídeo