Análise de Produto 393 / 448 vídeos

Análise | Xiaomi MiJia Action Cam 4K

06:15 | Por Wellington Arruda | 22 de Março de 2018
Tudo sobre

Xiaomi

Esse design compacto, com poucos botões e construção que aparenta ser sólida resumem um pouco a Xiaomi MiJia Mini Camera. Esse brinquedo é uma espécie de GoPro mais acessível, com display touchscreen e tem a resolução 4K como um dos destaques, já que custa cerca de US$ 90.

O corpo dessa câmera é bem interessante. As laterais trazem arenito, com textura áspera e um tanto quanto esquisita. A parte frontal é de plástico, e o aro da câmera também tem proteção. Ela não parece ser tão resistente quanto uma GoPro, e não pode entrar na água sem sofrer danos sérios; mas, pelo menos, arranhões e marcas menores são escondidas.

Existe um único botão na câmera, que é o disparador. Como tudo pode ser controlado no display de 2,4”, naturalmente existem gestos para controlar a interface:

  1. Deslizando da esquerda para a direita, os modos de câmeras são exibidos;
  2. Da direita para a esquerda, ela mostra as fotos, vídeos e outras mídias registradas;
  3. De cima para baixo é o menu com atalhos para as configurações, Wi-Fi, bloquear ou desligar a câmera.

É, eu sei, eu também percebi! A propósito, além do inglês, o chinês é o único outro idioma disponível para esta câmera… e eu não estou tão certo se o português chegará tão cedo. Não oficialmente.

Ainda existem dois microfones, uma entrada microUSB escondidinha e, na parte de baixo, uma porta com espaços para o cartão microSD e bateria; por fim, a câmera de ação da Xiaomi também permite que você a use com um tripé ou outro acessório adicional.

Vamos concordar que o software dela não é um dos mais intuitivos, mas é facinho de entender, o que é ótimo. E, só tocando num ponto bem aleatório, quando você liga a câmera ela faz esse barulho.

Meio alto, não?

O sensor da Xiaomi MiJia Mini Action Cam tem 8.3 MP com campo de visão de 140 graus e abertura f/2.8. Ela pode perder um pouco por não fazer o modo fisheye tão amplo, mas ganha mais desempenho em ambientes não tão bem iluminados - só que nem tanto assim, pois ainda percebemos um certo nível de ruído.

O pareamento com ela pode ser feito pelo aplicativo MiHome, que tem tanto para Android quanto para iOS, num esquema bem parecido com da GoPro. Com ele também dá pra ter uma prévia do que está sendo visto pela lente da câmera.

QUALIDADE DE GRAVAÇÃO

Tudo bem que o grande foco dessa câmera é gravar vídeos, mas as fotos clicadas por ela são de fato muito legais e com cores mais saturadas, mas isso quando você escolhe o formato RAW (.DNG). As fotos em JPG geralmente tem cores mais quentes e são bem menos saturadas.

É muito legal que uma câmera mais acessível faça imagens em 4K com bitrate de 60mbps, a mesma de câmeras como a GoPro Hero 5. Há aqui uma boa compensação de luz e brilho, além dela conseguir atingir níveis interessantes de contraste e nitidez.

Nos ajustes, você pode selecionar a resolução de gravação, que pode ser em 1080p a 30, 60 e 100 fps; em 2.5K e 4K a 30 fps; ou em 720p a 200 fps. No total, são 9 modos de gravação que também incluem os de time lapse, gravação em loop e o modo burst, que faz vários disparos em seguida.

Você vai ter uma impressão boa dessa câmera, mas não excelente. Ela não chega a substituir uma GoPro, realmente, mas cumpre bem o seu papel. Até porque ela não tem resistência contra água ou poeira, por exemplo, e o software não é tão otimizado, como já falamos.

E nós falamos isso numa referência tão próxima da ação quanto para vloggers. Ela serve muito bem o segundo grupo, e quebra um bom galho para o primeiro.

Ah, e tenha em mente que a câmera traz estabilização eletrônica de seis eixos. Nós recomendamos deixar este recurso sempre ligado, pois sem ele as imagens ficam bem tremidas, mesmo.

Pra quem se pergunta por quanto tempo os 1.450 mAh de bateria conseguem deixar a câmera ligada, saiba que ela tem uma autonomia geral de no máximo duas horas de gravação em Full HD com 60 fps. Gravando em 4K, dificilmente você passará da primeira hora com uma folga dessas, mas ela aguenta mais de 60 minutos tranquilamente nesta resolução.

VALE O SEU DINHEIRO?

Não espere um ótimo desempenho em baixa luz, nem mesmo imagens incríveis com ângulo aberto. Mas esta câmera da Xiaomi se mostra muito mais legal do que parece, tendo em vista o custo relativamente mais baixo. Se você der sorte, considerando a cotação do dia de publicação desta análise, a MiJia Mini Action Cam pode ser encontrada por cerca de R$ 290.

O que você leva pra casa, com isto, é uma câmera de ação compacta, que grava em 4K e tem estabilização eletrônica. Tudo bem que não existe nenhuma forma de entrar com ela na água sem ser com uma proteção externa, mas ao menos para vloggers ou vídeos mais comuns, o investimento vale a pena, sim.

Não pense nesse modelo da Xiaomi comparando-o a uma GoPro. Pense nele como uma câmera de ação simples, de custo baixo e que entrega um resultado bom para o que propõe. Nós só não curtimos mesmo, mesmo o áudio que é captado pela câmera, então é bom ficar esperto com isso aí.

Gostou desse vídeo?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.