Slack anuncia atualização que usa 50% menos memória e é 33% mais rápida

Por Wagner Wakka | 22 de Julho de 2019 às 14h25
Slack/Divulgação
Tudo sobre

Slack

Saiba tudo sobre Slack

Ver mais

O Slack anunciou nesta segunda-feira (22) uma série de mudanças para a sua versão desktop. A proposta da empresa é fazer com que o aplicativo agora passe a rodar de forma mais leve e em qualquer dispositivo, usando menos da capacidade do aparelho.

A primeira grande mudança anunciada está no “peso” do programa. O Slack promete ser 50% mais leve, carregando no computador do usuário até 33% mais rápido que a versão atual. Outra mudança está na velocidade para entrar em uma ligação: 10 vezes mais rápido, segundo nota no site da companhia.

Plataforma é mais rápida para carregar (Foto: Divulgação/Slack)

A empresa informou que as mudanças devem ser mais significativas para usuários que estão em mais de um workspace. Atualmente, o principal ponto que utiliza parte do CPU do usuário é exatamente fazer a mudança entre estes locais de trabalho.

A principal mudança é que, antes, quando o usuário mudava de workspace, o sistema baixava primeiro todos os arquivos para depois apresentá-los ao usuário. Agora, ele vai priorizar as partes que primeiro precisam ser mostradas, depois deve baixar os conteúdos seguintes, tornando-se mais rápido.

Plataforma vai exigir também menos memória (Foto: Divulgação/Slack)

Junto disso, também será possível reler as informações de canais já abertos, mesmo que você esteja offline. A companhia também informou que há um novo cliente em construção que vai permitir ao Slack adicionar novas ferramentas mais rapidamente à plataforma.

Mesmo com conexão ruim ou fraca, será possível ver mensagens anteriores (Foto: Divulgação/Slack)

As mudanças devem acontecer já nas próximas semanas, ainda sem data definida.

Fonte: Slack

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.