Gerencie equipes e tarefas com o Trello e dê adeus aos post-its!

Por Giancarlo Silva

Todo programador, analista de sistemas e profissional semelhante que se leve a sério sabe da importância de seguir padrões e metodologias de desenvolvimento ao criar softwares e sistemas de computador. Ao longo das décadas, a necessidade de se adotar padrões de projeto cresceu cada vez mais, com o objetivo de criar softwares de qualidade, sem comprometer a produção e gerando o mínimo possível de custos. As metodologias ágeis surgiram para diminuir ainda mais a burocracia de padrões de projeto mais tradicionais e permitir aos desenvolvedores entregar produtos feitos com excelência a seus clientes em um menor tempo possível.

Para auxiliar no fluxo de trabalho, diversas ferramentas são criadas ou improvisadas. Em uma metodologia conhecida pelo nome de Scrum, por exemplo, é comum as equipes de programadores usarem lousas e adesivos "post-it" para anotarem as tarefas a serem executadas e movidas entre colunas que as separam em tarefas novas, tarefas em andamento e terminadas (claro que pode haver variações dessa organização, dependendo das necessidades de cada equipe, mas essa costuma ser a mais comum). Mas, muitas vezes, pode não ser tão prático usar lousa e adesivos para isso.

Leia também: 5 ferramentas para você organizar o seu dia a dia

Pensando nisso, a empresa Fog Creek Software criou em setembro de 2011 uma ferramenta online de quadro virtual chamada Trello, para permitir a organização de equipes e tarefas de forma muito mais dinâmica e facilitada.

O Trello é um sistema de quadro virtual para gerenciamento de tarefas que segue o método "kanban", muito usado no desenvolvimento com Scrum. Ele permite a criação de diversos quadros, nos quais podemos criar quantas colunas quisermos. Dentro de cada coluna é possível adicionar um ou mais "cards" (que são as tarefas propriamente ditas), contendo o conteúdo que o usuário desejar.

Trello 02

Em cada um dos cards, podemos adicionar informações diversas. Há uma pequena timeline em que podemos deixar recados, uma listinha "to-do" para listar e marcar subtarefas, podemos enviar uma ou mais imagens para esse card, adicionar prazos e datas-limite, entre outras funções interessantes. Além disso, cada card pode ser marcado com uma etiqueta colorida, o que ajuda a definir, por exemplo, tarefas mais urgentes que podem ser brevemente adiadas.

Trello 03

O Trello permite convidar outros membros para visualizar e editar seu quadro de tarefas. É possível arrastar e soltar os cards de uma coluna para outra facilmente, e podemos definir uma tarefa para um ou mais membros conforme a necessidade, bastando arrastar a foto do usuário desejado para o card da tarefa.

Trello 01
Trello 02
Trello 03

O Trello pode ser usado de forma gratuita, oferecendo também um serviço premium que permite usar funções extras como integração com o Google Apps, exportação dos dados de todos os quadros criados, entre outros mimos. É possível usar o Trello autenticando-se com sua conta do Google ou criando uma conta de usuário própria.

Enfim, eis uma boa alternativa para organização e gerenciamento de equipes de desenvolvimento de software. Embora tenhamos usado o Scrum como exemplo, obviamente não é obrigatório que os desenvolvedores usem essa metodologia ágil para usufruir do Trello, podendo utilizá-lo conforme suas necessidades. Para deixar tudo ainda mais versátil, o Trello também oferece aplicativos para iOS e Android, além de estar disponível em trello.com.

E uma dica: se você estiver curioso pra saber como o Trello realmente funciona antes de criar sua conta, dê uma olhada no quadro dos desenvolvedores da ferramenta, que é aberto ao público.

Trello 04
Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.