TVs e consoles: uma relação que evoluiu com o tempo

TVs e consoles: uma relação que evoluiu com o tempo

Por Igor Krauniski | 11 de Janeiro de 2021 às 10h30
Reprodução/AirConsole

Mais do que nunca, a tecnologia está presente no nosso dia a dia, desde o alarme no celular que nos acorda, até o filme no streaming que colocamos para pegar no sono na hora de dormir. Mas você já pensou como seria assistir à Netflix há 50 anos em uma TV em preto e branco? E assistir à final do campeonato com aquela imagem tremida e som chiado? Dado todo o avanço em inovação das produções de séries, filmes e transmissões de esportes, pode parecer estranho imaginar a sua experiência de assistir TV desta forma, quando a tecnologia do televisor na sua residência não acompanha a qualidade da transmissão e de resolução.

Entretanto, outro mercado que vive em constante evolução é o de games. E com a chegada dos consoles da nova geração, a sua TV está preparada para entregar todo o potencial dessas máquinas ou você vai jogar Assassin's Creed em preto e branco? A resposta para essa pergunta passa diretamente pelas portas HDMI – especificamente pelas HDMI 2.1.

As portas HDMI 2.1 oferecem uma maior taxa de transmissão de dados e, por isso, permitem recursos e compatibilidade com VRR, ALLM e eARC, assim como 4K a 120Hz c/ HDR — nos modelos 8K, é possível reproduzir até 8K a 60Hz. Eles são responsáveis por conteúdos em movimentos rápidos, com resolução maior e gráficos mais suaves e sincronizados. Mas vamos entender um pouco melhor:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

  • VRR – é para console e TV falarem na ‘mesma língua’, assim não há quebras na imagem e movimentos mais fluidos;
  • ALLM – a TV reconhece automaticamente que um vídeo game foi conectado e, assim, já altera sua configuração para modo game;
  • eARC – é para transmissão de áudio sem perda de qualidade. Capaz de transmitir Dolby Atmos da TV para um dispositivo de áudio, como receiver/soundbar/home theater.

Tudo isso para produzir uma experiência real nos seus jogos. E para os que possuem diversos dispositivos conectados na TV — como videogames e caixas de som — não tem situação mais chata do que ficar a todo momento trocando os cabos por conta da limitação das entradas HDMI. A LG NanoCell, por exemplo, possui modelos com até 4 portas HDMI 2.1 para que o usuário possa manter todos os seus consoles conectados ao mesmo tempo.

Outro diferencial atendido pelos novos modelos de TV da marca é o Modo HGiG, que é um HDR feito especialmente para games com o objetivo de oferecer a mais completa experiência visual nos novos jogos que possuem a tecnologia. Além disso, para maratonar aquele modo história do seu lançamento favorito ou virar a noite jogando on-line, a NanoCell vem equipada com um dispositivo chamado Eye Comfort que funciona como um filtro, diminuindo quase pela metade a emissão de luz azul e trazendo conforto aos olhos dos gamers.

Agora, se tem uma coisa que irrita o gamer é uma partida “lagada”. Não tem nada pior do que você errar o alvo no Call of Duty por conta de travamentos ou delay. Mas você sabia que nem sempre a culpa é da Internet? Esse problema pode ser originado na sua TV, por não possuir a tecnologia AMD FreeSync TM, responsável por transmitir uma experiência de jogo muito mais suave e perfeita, reduzindo transições travadas e trepidações. Ela põe fim à jogabilidade travada e ao corte dos quadros com um desempenho fluido e livre de artefatos com praticamente qualquer taxa de quadros.

Bom, esses são alguns diferenciais oferecidos pelos novos modelos de TV, que chegam ao mercado com a proposta de atender ao público gamer e entregar o máximo de imersão oferecido pelo PlayStation 5 ou pelo Xbox Series X. Mas e você? Está pronto para tirar o proveito máximo do seu novo console ou vai jogar Gran Turismo 7 como se fosse Enduro? (se não conhece, peça ao seu pai uma aula sobre Atari).

*Artigo produzido por colunista com exclusividade ao Canaltech. O texto pode conter opiniões e análises que não necessariamente refletem a visão do Canaltech sobre o assunto.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.