TVs 4K: experiências customizadas para cada perfil de usuário

Por Igor Krauniski | 12 de Dezembro de 2020 às 19h00
Divulgação/LG

Já faz algum tempo que a tecnologia 4K revolucionou o mundo das TVs e mudou a experiência de assistir aos nossos conteúdos favoritos. Seja para curtir o filme tão esperado que finalmente chegou ao streaming, torcer vendo a final do campeonato ou virar a noite jogando on-line, a resolução 4K trouxe quatro vezes mais pixels do que as TVs Full HD tradicionais, oferecendo mais imersão e lazer dentro de casa.

Mas você sabia que, para cada tipo de conteúdo, há tecnologias nas novas TVs que entregam experiências diferenciadas? Até porque os diretores de Hollywood não esperam que você assista a um filme da mesma forma em que assiste futebol, e nem os estúdios de games esperam que você jogue Fortnite da mesma forma em que assiste Grey's Anatomy. Para cada segmento, existe uma entrega diferente. Que tal conhecer um pouco mais?

Filmes e séries: a real experiência do cinema em casa

As novas smart TVs com tecnologias 4K vão muito além da ótima resolução. Os processadores utilizados pela LG, por exemplo, conseguem analisar o tipo de conteúdo, ajustando automaticamente a imagem e o som para adequá-los melhor ao gênero. Assim, seja assistindo a sua comédia romântica favorita ou maratonando toda a saga geek da sua preferência, a experiência entregue consegue ser totalmente diferente uma da outra, com pretos mais puros nas cenas à noite ou cores mais vivas durante o beijo do casal apaixonado. Uma imagem que praticamente interage com o que acontece em cada cena.

Outro exemplo dessa tecnologia também está presente no áudio. Os novos processadores reconhecem e otimizam o som para cada tipo específico de conteúdo. As vozes dos noticiários ficam mais claras, os efeitos sonoros nos filmes mais vívidos, e o vocal e instrumentos da live no YouTube, mais realistas.

Além disso, os modelos de TV atuais contam com suporte para a tecnologia que é hoje a queridinha de Hollywood: Dolby Vision IQ e Atmos™, que apresentam uma riqueza absurda de detalhes. Amplamente utilizada nas novas produções dos grandes estúdios, a tecnologia mais avançada de HDR do mercado, o Dolby Vision IQ, faz com que os níveis de brilho, cor e contraste também sejam automaticamente ajustados, deixando os tons claros com mais brilho e os tons escuros com mais contraste. Já o Dolby Atmos oferece uma dinâmica semelhante, mas na experiência de áudio, com som imersivo e contagiante.

Essas tecnologias HDR também precisam ser nativas do conteúdo, mas onde encontrá-las? Netflix e Amazon Prime Video estão repletos de filmes e séries produzidos para Dolby Vision e Atmos™.

Esportes: sentindo a emoção de estar em um estádio

Por conta da pandemia da COVID-19, os fãs de esportes procuram transformar a própria sala em um verdadeiro estádio, uma vez que só podem acompanhar o time de coração assim, a distância. E com o 4K, as jogadas e os lances ficam muito mais vívidos, mas também existem outros recursos que potencializam essa experiência, como os painéis IPS, que permitem a perfeição da imagem em qualquer ângulo, independentemente se você estiver no meio ou na ponta do sofá.

Existem também recursos que aprimoram os movimentos rápidos dos atletas, evitando as chamadas imagens residuais (motion blur) e transmitindo cenas mais nítidas, tanto nos chutes mais fortes, como nos dribles mais velozes. E como o som tem papel fundamental para essa transformação da sala em estádio, conectividade é fundamental para que seja possível instalar, por exemplo, alto-falantes Bluetooth e combinar canais de som 2.0 com um som virtual 4.0, fazendo do seu sofá a melhor arquibancada (ao menos, até o fim da pandemia).

Games: experiências realmente imersivas

Mas e o que as TVs 4K têm para oferecer aos gamers? Para usufruir do que há de melhor nesse mercado será preciso investir nos consoles da nona geração? Também, claro. Mas a sua TV é compatível para extrair o máximo dos games?

Falando inicialmente das portas HDMI 2.1 — presentes nas TVs mais novas e essenciais para os novos consoles —, elas oferecem uma maior taxa de frames, compatibilidade com recursos VRR, ALLM e eARC. Esses, por sua vez, permitem conteúdos em movimentos rápidos, com resolução maior e gráficos mais suaves e sincronizados. Tudo para produzir uma experiência realista nos jogos.

Já a tecnologia AMD FreeSync põe fim à jogabilidade travada e ao corte dos quadros com um desempenho fluido e livre de artefatos com 4K em 120Hz. Assim, os gamers podem ficar imersos em jogos com imagens mais claras e suaves, com menos transições travadas, lags e instabilidades. Um dos principais diferenciais das OLED TVs é a compatibilidade com o Nvidia G-Sync, que garante mais fluidez aos jogos e aumentam a sensação de imersão.

E assim como o processador e outros recursos reconhecem a imagem dos filmes para transmitir da melhor forma, o Modo HGiG, na linha NanoCell da LG, reconhece as características de imagem da TV e já ajusta os gráficos HDR. Para que não haja nenhum desconforto na visão, as TVs vêm equipadas com um dispositivo chamado Eye Comfort, que funciona como um filtro, diminuindo a emissão de luz azul e oferecendo um conforto maior para detonar o modo história do seu game preferido.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.