Polícia Federal fecha operadora pirata de TV a cabo que atuava em 16 estados

Por Redação | 07 de Outubro de 2015 às 11h11

A Polícia Federal atuou com sucesso, nesta terça-feira (06), em uma operação que tinha como objetivo desarticular um grupo suspeito de fornecer TV por assinatura de maneira pirata, em desacordo com as normas estabelecidas para o funcionamento desse tipo de serviço. A operadora pirata contava com mais de 10 mil clientes em 16 estados. Nove pessoas foram presas preventivamente no Paraná, Goiás e Rio Grande do Sul.

Os policiais federais cumpriram 33 mandatos de busca e apreensão. A investigação da polícia começou após denúncias de contrabando de equipamentos utilizados na distribuição e recepção de sinal de televisão a cabo e por satélite. "Durante a investigação, a gente descobriu que havia uma operadora de TV por assinatura, a nível nacional, distribuindo sinal de forma fraudulenta", afirmou Alexandre Isbarrola, o delegado responsável pela operação.

De acordo com Isbarrola, os equipamentos eram oriundos do exterior e distribuídos no Brasil por pessoas que vendiam os planos de TV. O grupo investigado tinha acesso aos sinais das emissoras, após desbloquearem o sistema de segurança de operadoras legais. "Eles enviavam esse sinal desbloqueado para um servidor central que ficava em São Paulo. A partir desse servidor, distribuíam para todos os clientes", disse Isbarrola.

Os investigados podem responder por diversos crimes, como contrabando, estelionato, descaminho, violação de direitos autorais e formação de quadrilha. Cada plano comercializado pela operadora pirata custava, em média, R$ 30 por mês.

Via Agência Brasil

Fonte: http://www.ebc.com.br/noticias/2015/10/pf-desativa-operadora-pirata-de-tv-que-atuava-em-16-estadoshttp://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=40823&sid=8

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.