Nova plataforma brasileira reúne TV aberta, por assinatura e vídeo sob demanda

Por Rafael Romer | 09.12.2015 às 16:00
photo_camera Rafael Romer/Canaltech

Com tecnologia nacional, a nova empresa EnterPlay anunciou nesta quarta-feira (9) sua entrada oficial no turbulento mercado de distribuição de conteúdo over-the-top (OTT), com o lançamento de sua nova plataforma para reprodução de TV (aberta e por assinatura), vídeo sob demanda, streaming de música, além de jogos e aplicativos a partir de uma única assinatura

O serviço já está disponível e poderá ser acessado a partir de desktops ou dispositivos móveis, ou através da setup box EnterPlay TV - gadget semelhante a Apple TV ou Nexus Player que pode ser conectado à internet e a uma televisão comum para streaming do conteúdo.

Para o lançamento, a EnterPlay oferecerá até o dia 31 de janeiro acesso gratuito ao seu serviço de streaming de TV aberta e por assinatura, além do catálogo de 2,5 vídeos sob demanda oferecidos. A partir de fevereiro, o serviço estará disponível em diferentes pacotes: o plano de IPTV dará acesso ao streaming de 15 canais Full HD, a partir de R$ 19,90. Também haverá um plano para acesso ao conteúdo de vídeo sob demanda do serviço, também por R$ 19,90.

Futuramente, a EnterPlay ofertará acesso ao streaming de música por meio de um serviço parceiro ainda não anunciado. Originalmente, a plataforma teria uma parceria com o Rdio, mas o fechamento do serviço de streaming pouco antes do lançamento da EnterPlay pegou a empresa brasileira de surpresa.

Os usuários também poderão acessar o plano mais completo, que integra 50 canais disponíveis (42 deles em Full HD), e será distribuído por provedores parceiros da EnterPlay por RS 74,90. Para acessar esse serviço, será necessário o uso da setup box EnterPlay TV, que será comercializada a partir desta quinta-feira (10), através do Extra, Ponto Frio e Casas Bahia, por R$ 899.

A setup box roda uma versão altamente customizada do Android e, além do conteúdo de TV e streaming, funcionará como ponto de Wi-Fi e dará acesso a app compatíveis com a Google PlayStore através de uma loja de aplicativos própria. Entre os apps disponíveis estão serviços como o YouTube e jogos como Angry Birds, mas alguns apps devem ficar de fora da oferta - o Netflix é um deles, já que a EnterPlay se considera um concorrente direto da plataforma norte-americana.

O hardware também integra algumas facilidades para o usuário, como um controle remoto com teclado e trackpad embutidos, e a função do "Mordomo Digital", que permite que o usuário faça buscas em toda a programação da plataforma através de tags ou palavras específicas e crie comandos dentro da EnterPlay. É possível, por exemplo, criar uma rotina para que a TV mude automaticamente de canal quando um programa desejado começar.

Foco na Classe C

O serviço deve focar seus serviços no amplo mercado consumidor que forma a classe C brasileira, com uma oferta agregada de conteúdos em uma única plataforma simples por assinatura. De acordo com a empresa, a EnterPlay tem potencial para atingir um universo de 20 milhões de domicílios no país, formados pelas casas com acesso à internet e sem televisão por assinatura, distribuídas entre 56% do volume total da classe C e 25% do volume total da classe B.

Para ampliar seu potencial de mercado, a EnterPlay também ofertará o seu serviço através de parcerias com pequenos provedores nacionais (ISPs), que deverão oferecer o programa como um OTT agregado aos seus serviços de banda larga. Já são 12 ISPs em projeto piloto com a EnterPlay e outros 104 que deverão fechar parceria em breve - no total, essas parcerias permitirão acesso à mais de um milhão de assinantes no país.

Um dos principais objetivos será na oferta de conteúdo esportivo com torneios variados que ficam de fora da televisão tradicional. Outra estratégia da empresa é utilizar a EnterPlay como uma central de coleta de dados de inteligência sobre os hábitos de seus usuários, o que poderá ser utilizado dentro da plataforma de e-commerce embutida no serviço. Por meio de uma parceria com o Grupo Casino, usuários poderão comprar produtos ofertados pela Casas Bahia, Extra e Ponto Frio diretamente da EnterPlay, de acordo com recomendações voltadas para o perfil de casa usuário.

A longo prazo, a ideia é que a EnterPlay produza e oferte conteúdos exclusivos para assinantes, de forma similar às produções originais que levaram a Netflix a ultrapassar produtoras tradicionais de televisão. "Temoss um plano para criar um fundo com parte do nosso faturamento para produções próprias, mas ainda é só um desejo", comentou o COO da EnterPlay, Jorge Salles.