Desligamento do sinal analógico de TV em Belo Horizonte é adiado

Por Redação | 08 de Novembro de 2017 às 15h09
photo_camera público

Depois de adiarem duas vezes o cronograma de desligamento do sinal analógico de TV da capital mineira e regiões próximas, está marcada para o dia 22 de novembro a interrupção definitiva do sinal analógico e adoção do novo sistema de sinal digital dos canais abertos de TV em Belo Horizonte.

A mudança deveria ter ocorrido em julho desse ano, em conformidade com o calendário publicado pelo Ministério das Comunicações. Mas houve remarcação para o dia de hoje.

Acontece que o Instituto Kantar Ibope fez uma pesquisa com os belo-horizontinos entre os dias 24 de outubro e 4 de novembro e chegou à conclusão de que 11% dos lares da cidade ainda não dispunham de acesso ao novo sinal digital de televisão.

Segundo a Lei federal, é necessário um mínimo de 93% de casas de uma determinada cidade com capacidade de receber o novo sinal para que as emissoras possam desligar o sinal analógico para aquela população.

Quem optou por uma nova postergação do prazo foi o próprio Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired), às vésperas da data acordada após postergação feita em julho. A decisão determinou o dia 22 de novembro como suficiente para que mais famílias adequem seus aparelhos ao sinal digital e não vai contar com nova pesquisa pelo Kantar Ibope, pois a expectativa é de que em duas semanas se conquiste o mínimo de 93% de lares com acesso ao novo sistema, uma vez que, para isso, restam apenas 0,7% de famílias sem acesso ao sinal digital.

A adaptação para receber o novo sistema requer uma antena UHF e aparelho televisor que tenha receptor digital, o que é comum em todos os aparelhos produzidos a partir de 2010. Há também a opção de instalar um conversor digital nos aparelhos antigos. Esse conversor pode ser comprado por menos de R$ 100 e está sendo distribuído pelo Governo de forma gratuita às famílias inscritas nos programas sociais públicos.

Outras cidades

O Gired informou ainda que cidades do interior paulista terão o sinal analógico desligado em 29 de novembro e as capitais sulistas vêm logo em seguida, com desligamento programado para 31 de janeiro do ano que vem.

Outro anúncio do Gired é a antecipação do cronograma de desligamento do sinal analógico em Boa Vista (Roraima), Macapá (Amapá), Palmas (Tocantins), Porto Velho (Rondônia) e Rio Branco (Acre), que deveria ocorrer, segundo cronograma do Ministério das Comunicações, em 28 de novembro de 2018, mas passará a ser feita em 31 de janeiro, com o intuito de não coincidir com as propagandas televisionadas dos partidos eleitorais para a eleição de 2018.

Fonte: Gired

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.