TV digital: Ministério acredita que 8 milhões de lares devem ganhar subsídios

Por Redação | 12 de Junho de 2013 às 11h31

Com a proximidade do fim das transmissões através do sinal analógico, processo que deverá ser concluído até 2018, o Ministério das Comunicações iniciou os cálculos para saber quantos domicílios brasileiros possuem TVs digitais ou conversores. Estima-se que 8 milhões de lares serão beneficiados com os subsídios que o governo estuda conceder para facilitar a compra destes equipamentos digitais. As informações são do site TelaViva.

Genildo Lins, secretário de Comunicação Eletrônica do Ministério, afirma que a indústria calcula que foram vendidas até o momento entre 30 milhões e 40 milhões de unidades de televisores digitais, mas que o número de conversores comercializados ainda é muito baixo. Com base na possibilidade de cada residência ter dois ou mais televisores, o governo calcula que mais de 20 milhões de casas ainda não possuem o equipamento.

A indústria, por sua vez, acredita que até a Copa do Mundo de 2014 serão vendidos 12 milhões de televisores digitais e, por isso, o governo teria que se preocupar com cerca de 8 milhões de residências, no máximo. O cálculo compreende todo o país e o Ministério conseguiu, com a presidente Dilma Rousseff, um prazo maior para a conclusão do desligamento do sinal analógico.

O cronograma completo deverá ser publicado por meio de uma nova portaria do Ministério das Comunicações, logo após a conclusão do texto que retifica o Decreto de número 5820/2006, que instituiu o Sistema Brasileiro de TV Digital e que previa o fim do sinal analógico para dez anos depois. O governo também avalia formas para o financiamento de TVs digitais e conversores para pessoas de baixa renda, e a ideia é incluir estes equipamentos dentro do programa de financiamento 'Caixa Móveis', voltado para as pessoas que recebem o Bolsa Família.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.