Fim da TV analógica começará no dia 3 de abril

Por Redação | 16 de Fevereiro de 2015 às 17h10
photo_camera G7

A partir do dia 3 de abril, um ano antes da implantação definitiva do sinal digital, os telespectadores do Distrito Federal começarão a ser informados sobre o desligamento da TV analógica no Brasil. Este é o início do processo de transição entre o sinal analógico e digital no Brasil, definido pelo Ministério das Comunicações. O desligamento da TV analógica seguirá um cronograma e o Distrito Federal será a primeira região a receber exclusivamente o sinal digital, em abril de 2016.

No próximo ano, no mês de maio, será a vez do maior mercado do Brasil, São Paulo, receber exclusivamente o novo sinal para TVs. Minas Gerais (junho), Goiânia (agosto), Rio de Janeiro (novembro) são as próximas cidades a fazerem a transição definitiva. Em todas as cidades serão realizadas campanhas de divulgação da transição com um ano de antecedência, para que os consumidores possam adaptar seus equipamentos às mudanças.

No mês de novembro será realizado um projeto-piloto do desligamento na cidade de Rio Verde em Goiás. A implantação do sinal digital no país será concluída até 2018.

Algo necessário para que ocorra o desligamento da TV analógica é a garantia de que pelo menos 93% dos domicílios do município que acessem o serviço livre, gratuito e aberto por transmissão terrestre, estejam aptos a recepção do sinal do sinal digital terrestre. Este requisito poderá atrasar a conclusão do processo em todo o Brasil, visto que a quantia de residências que precisam estar adaptadas é alta.

Uma pesquisa em cada uma das localidades para verificar se esse percentual está coberto será realizada pela Entidade Administradora da Digitalização (EAD). A meta é fazer um levantamento em cada município com um ano de antecedência.

Na véspera do desligamento a EAD deverá realizar uma campanha ampla para conscientizar a população para estar apta a receber o sinal digital. Aparelhos de TV mais recentes já conseguem receber o sinal digital, no entanto, os demais precisarão de um conversor. Famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família do governo federal receberão gratuitamente o equipamento. A previsão é de que sejam repassados entre 13 e 14 milhões de conversores digitais. As características técnicas do equipamento ainda estão em fase de definição.

Um dos benefícios técnicos do desligamento do sinal analógico é a liberação da faixa de 700 MHz, ocupada atualmente por canais de TV aberta em tecnologia analógica. Com a digitalização da TV, essa faixa deverá ser utilizada para a expansão do serviço de telefonia e principalmente da internet 4G no Brasil. A frequência de 700 MHz possibilita cobertura de grandes áreas com o uso de menos antena, o que possibilita levar os serviços de telecomunicações para áreas mais remotas a um custo inferior. Com a liberação da frequência de 700 MHz, o Brasil poderá adotar o padrão utilizado internacionalmente para a tecnologia 4G.

Fonte: http://www.valor.com.br/empresas/3912496/brasil-comeca-se-preparar-para-o-fim-da-tv-analogica

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.