Xiaomi fecha parceria com a Vivo para vender o Redmi 2

Por Redação | 25.09.2015 às 09:46
photo_camera Foto: Reprodução

A Xiaomi acaba de anunciar uma parceria inédita com a Vivo para a venda do novo smartphone Redmi 2. O Brasil é o primeiro país ocidental a revender os dispositivos da companhia chinesa e a operadora é a primeira a comercializar o aparelho em lojas físicas.

Atualmente, a Vivo soma mais de 106,4 milhões de acessos no país, sendo 82,7 milhões desses a partir de dispositivos móveis. A Xiaomi, por sua vez, iniciou os seus negócios com o MIUI, o seu próprio sistema operacional, e hoje conta com mais de 150 milhões de usuários em todo mundo.

Christian Gebara, Chief Revenue Officer da Telefónica Vivo, comenta que a escolha da Xiaomi reforça o compromisso da operadora com a inovação, assim como a sua liderança no mercado de telecomunicações do Brasil. "A Xiaomi é uma empresa reconhecida como uma das startups mais inteligentes e valiosas do mundo e ser escolhido para essa parceria exclusiva é um grande reconhecimento de que a Vivo está sempre antenada, trazendo novidades em produtos e serviços que transformem a vida e melhorem o dia a dia das pessoas", afirma.

O vice-presidente Global da Xiaomi, Hugo Barra, diz que a parceria foi criada para atender ao pedido dos consumidores. "Além das compras por meio do site Mi.com, resolvemos levar a experiência de compra também para as lojas. A Vivo é o parceiro que queríamos, pois é líder no mercado brasileiro, oferece serviços de qualidade e a maior cobertura 4G", diz.

O MIUI 7 estará disponível no Brasil em outubro e vai acompanhar uma nova versão do sistema operacional. "Com a nova versão, o usuário será capaz de sentir a diferença no momento em que ligar o telefone, com novas opções de interfaces à disposição, vídeos personalizados para chamadas usando Showtime e mais uma variedade de possibilidades de personalização", completa Barra.