TIM quer abranger três mil cidades com 4G em 700 MHz até o fim de 2018

Por Redação | 08 de Dezembro de 2016 às 22h59
photo_camera Divulgação

Na disputa entre as teles por conectividade e disponibilidade de tecnologias e serviços, a TIM revelou sua meta: cobrir aproximadamente três mil cidades brasileiras com o 4G em 700 MHz até o fim de 2018.

Stefano de Angelis, presidente da empresa, revelou nesta quinta-feira (8) em coletiva de imprensa que a operadora fecha 2016 cobrindo 72% da população brasileira em área urbana com seu 4G/LTE, o que totaliza mil cidades. No entanto, a TIM continua usando a frequência dos 2,6 GHz, exceto em Rio Verde (GO) e Fernando de Noronha, onde já opera através da faixa dos 700 MHz.

De acordo com o Convergência Digital, a maior parte da implantação da quarta geração de telefonia em 700 MHz deve ocorrer em 2018, uma vez que a liberação da faixa de frequência depende do processo de desligamento da TV analógica. Sendo assim, neste ínterim, a operadora vai continuar ampliando a cobertura em 2,6 GHz, até cobrir 2 mil cidades (meta para o fim de 2017), alcançando 90% da população urbana. Em 2015, a TIM tinha 411 cidades com 4G.

Quanto à tecnologia 2G, relativamente defasada, a empresa afirmou que seus dias estão contados. No entanto, ainda há uma boa base de usuários e terminais dependentes desta conexão, e por incrível que pareça, o 2G ainda oferece uma alta rentabilidade (já que os investimentos em rede já foram amortizados).

Fornecedores

Durante a corrida pela maior cobertura no 4G, a TIM vai contar com a ajuda da Ericsson e da Nokia como fornecedores de rede. Ou seja: a Huawei, que atualmente complementa a trinca de fornecedores da operadora neste quesito, vai ficar de fora, pelo menos por enquanto.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.