TIM quer abranger três mil cidades com 4G em 700 MHz até o fim de 2018

Por Redação | 08 de Dezembro de 2016 às 22h59
Divulgação

Na disputa entre as teles por conectividade e disponibilidade de tecnologias e serviços, a TIM revelou sua meta: cobrir aproximadamente três mil cidades brasileiras com o 4G em 700 MHz até o fim de 2018.

Stefano de Angelis, presidente da empresa, revelou nesta quinta-feira (8) em coletiva de imprensa que a operadora fecha 2016 cobrindo 72% da população brasileira em área urbana com seu 4G/LTE, o que totaliza mil cidades. No entanto, a TIM continua usando a frequência dos 2,6 GHz, exceto em Rio Verde (GO) e Fernando de Noronha, onde já opera através da faixa dos 700 MHz.

De acordo com o Convergência Digital, a maior parte da implantação da quarta geração de telefonia em 700 MHz deve ocorrer em 2018, uma vez que a liberação da faixa de frequência depende do processo de desligamento da TV analógica. Sendo assim, neste ínterim, a operadora vai continuar ampliando a cobertura em 2,6 GHz, até cobrir 2 mil cidades (meta para o fim de 2017), alcançando 90% da população urbana. Em 2015, a TIM tinha 411 cidades com 4G.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

Quanto à tecnologia 2G, relativamente defasada, a empresa afirmou que seus dias estão contados. No entanto, ainda há uma boa base de usuários e terminais dependentes desta conexão, e por incrível que pareça, o 2G ainda oferece uma alta rentabilidade (já que os investimentos em rede já foram amortizados).

Fornecedores

Durante a corrida pela maior cobertura no 4G, a TIM vai contar com a ajuda da Ericsson e da Nokia como fornecedores de rede. Ou seja: a Huawei, que atualmente complementa a trinca de fornecedores da operadora neste quesito, vai ficar de fora, pelo menos por enquanto.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.