Microsoft encerrará suporte ao Skype Desktop API. Desenvolvedores criam petição

Por Redação | 28.10.2013 às 13:24

É impossível negar a importância do Skype para o dia a dia das pessoas. Desde sua criação em 2003, o serviço de telefonia via internet evoluiu e se diversificou, passando a servir também como cliente de mensagens instantâneas, além de oferecer diversas outras funcionalidades, como videoconferências, compartilhamento de telas da área de trabalho e muitas outras. Algumas delas são até mesmo bem desconhecidas do grande público, como a API de desenvolvimento que permite que programadores usem as funções e recursos do Skype em seus próprios projetos.

Atual dona do Skype, a Microsoft lançou recentemente as chamadas Skype URIs, que permitem que sites e aplicativos desktop, web e mobile criados com tecnologias mais atuais se integrem ao cliente do Skype. Por essa razão a empresa de Redmond resolveu encerrar o suporte ao Skype Desktop API, que era amplamente utilizado por diversas empresas e organizações para criar sistemas e itens de hardware integrados com o serviço.

A decisão de descontinuar o Skype Desktop API acabou deixando muita gente descontente o bastante para que uma petição fosse criada no site Change.org, pedindo para que a Microsoft reconsiderasse a decisão e desse mais tempo para que desenvolvedores do mundo todo possam criar ou usar alternativas para seus sistemas.

Essa API é considerada importante pois permite que dispositivos e softwares terceirizados se integrem completamente aos recursos do Skype. Exemplos bem populares são os telefones VoIP e headsets para teleconferência comumente usados em ambientes corporativos: boa parte dos aparelhos disponíveis no mercado é "movida a Skype", graças a essa API. Os autores da petição alegam que o fim do suporte à API em uma data tão próxima prejudicaria empresas e organizações de pequeno, médio e grande porte, incluindo os próprios desenvolvedores parceiros do Skype, pois foi dado muito pouco tempo (cerca de 6 meses apenas) para que houvesse uma migração adequada para o novo sistema de URIs.

Em nota de aviso publicada em julho de 2013, a Microsoft afirma que a antiga API não suporta os dispositivos móveis atuais – smartphones, tablets e similares – e a nova tecnologia permitirá aprimorar a qualidade das chamadas, aumentar a velocidade de envio de mensagens instantâneas e melhorar a autonomia de bateria nesses dispositivos. As Skype URIs também suportarão aplicativos criados para o ambiente desktop e para a web.

A empresa especializada em soluções colaborativas empresariais Avantsys, que usa amplamente as Desktop APIs em seus produtos e serviços, publicou uma nota informando sobre a decisão da Microsoft e as consequências decorrentes. Seu diretor, Greg Bell demonstrou preocupação ao falar ao The Register:

"Mesmo que tivéssemos alguma ideia do que poderia acontecer, a decisão final e a forma como ela está sendo executada foi uma grande surpresa. Pensávamos que ao menos a API continuaria a existir e funcionar, mesmo que não fosse mais oficialmente suportada".

O Desktop API deixará de funcionar em dezembro deste ano.