Procon multa Telefônica Brasil em R$ 3,5 milhões

Por Wagner Wakka | 24 de Setembro de 2019 às 07h40
Telefônica (Divulgação)

A Telefônica Brasil, empresa detentora da Vivo, recebeu uma multa de R$ 3,5 milhões por violar o Código de Defesa do Consumidor. Segundo o órgão, o montante é relativo a reclamações de usuários sobre falhas em cobrança de serviços. 

“A empresa realizou cobranças irregulares dos consumidores exigindo pagamentos sem que houvesse a prestação do serviço; por valores já pagos e por serviços já cancelados. A Telefônica também entregou serviços não-solicitados e enviou as respectivas cobranças”, aponta comunicado do Procon. 

Segundo o órgão, a companhia também não foi efetiva na solução dos problemas dos consumidores. “A empresa deixou de apresentar soluções às demandas feitas por consumidores por meio do Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) dentro do prazo de cinco dias úteis — conforme determina Decreto Federal”. 

As ações da Telefônica, segundo o Procon, foram consideradas abusivas, colocando o consumidor em desvantagem, por isso, ferindo o Código de Defesa do Consumidor. 

O Canaltech entrou em contato com a assessoria de imprensa da Telefônica e aguarda posicionamento.

ATUALIZAÇÃO: no primeiro contato com a redação do Canaltech, a Telefônica informou que ainda não havia sido notificada. Na manhã desta terça-feira (24), ela voltou a entrar em contato com a nossa equipe dizendo: 

“Para a Vivo, o foco no cliente é prioridade e esclarece que possui 90% de resolutividade de reclamações preliminares junto à Fundação Procon SP, segundo o ranking de atendimento do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor – Sindec. Sobre a autuação, a empresa ressalta que entrou em contato com a Fundação Procon SP e, após pedido, teve acesso aos autos. A Vivo avaliará, no prazo legal, o conteúdo do Auto de Infração e o competente recurso”.  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.