Oi registra prejuízo de R$ 656 milhões no segundo trimestre

Por Redação | 11 de Agosto de 2016 às 11h11
photo_camera Divulgação

Nesta quinta-feira (11) a Oi anunciou seus resultados financeiros para o segundo trimestre do ano com prejuízo líquido de R$ 656 milhões. Os números reverteram o lucro consolidado de R$ 671 milhões conquistado um ano atrás. No semestre, a operadora de telecomunicações acumula um prejuízo de R$ 2,3 bilhões, sendo que no mesmo período de 2015 o déficit era de R$ 856 milhões.

O lucro calculado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) foi de R$ 1,435 bilhão, representando uma queda anual de 24,4%. Comparada ao mesmo período do ano passado, a receita da companhia caiu 3,5% para R$ 6,25 bilhões. Em relação à dívida líquida, a empresa acumula o montante de R$ 41,4 bilhões, apesar de um investimento no país de R$ 1,215 bilhão com crescimento de 16,7% em comparação com 2015.

Em junho, a Oi realizou o maior pedido de recuperação judicial da história do Brasil após não conseguir negociar com credores e detentores de bônus diante de uma dívida que totaliza cerca de R$ 65 bilhões. Na Holanda, um tribunal destacou um escritório de advocacia independente para trabalhar na proteção dos interesses dos investidores diante do colapso da telecom e do risco de prejuízo daqueles que investiram na companhia.

Marco Schroeder, diretor-presidente da Oi, voltou a garantir que a operadora está trabalhando para conseguir apresentar seu plano de recuperação judicial entre o final deste mês e o início de setembro. O plano deve atender a detentores de títulos da Oi, bancos, fornecedores e acionistas, visto que a empresa estuda a hipótese de conversão de dívida em participações acionárias. Schroeder declarou que a Oi está desenvolvendo "uma proposta que todo mundo vai gostar de parte, mas que vai desagradar em outra".

Via Valor, Tele Síntese

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.