Nokia lança solução nativa na nuvem para monetizar o 5G

Por Rui Maciel | 30 de Junho de 2020 às 07h30
Divulgação
Tudo sobre

Nokia

Saiba tudo sobre Nokia

Ver mais

A Nokia anunciou na última semana uma solução de software baseada na nuvem, cujo objetivo é dar aos provedores de serviços de comunicação (CSPs) novas oportunidades de aumento de receita. Com o nome de Digital Operations Center, a plataforma automatizada gerencia serviços baseados no fatiamento do 5G em todo o ciclo de vida dos serviços. Com isso, segundo a sua desenvolvedora, isso geraria mais economia e segurança para a quinta geração de redes móveis.

De acordo com a companhia finlandesa, o Digital Operations Center é o primeiro produto de gerenciamento de fatiamento de rede da Nokia. Ele fornece um processo totalmente automatizado para projetar, implantar e operar fatias de rede em escala em ambientes multi-fornecedores, multi-domínios e multi-tecnologias. Ainda de acordo a Nokia, a solução estará disponível em escala até o final do ano.

A solução é construída de uma forma modular, que inclui o Nokia Orchestration Center e o Nokia Assurance Center. A nova solução dá às CSPs a capacidade de fornecer e supervisionar fatias de rede em escala e velocidade através da automação em loop fechado; ele ainda ajuda as CSPs a aderirem aos Service Level Agreements ( Acordos de Nível de Serviço, em tradução livre ou SLAs) à medida que se expandem para indústrias verticais.

Ainda segundo a Nokia, ao fechar o loop entre processos tradicionalmente separados de cumprimento e garantia, os provedores de comunicação podem gerenciar o ciclo de vida completo de forma mais inteligente. Isso ajudaria a impulsionar o uso mais otimizado de recursos de infraestrutura, limitar o provisionamento excessivo e automatizar a prestação e a otimização de serviços.

O Digital Operations Center é construído com base no Commom Software Foundation (CSF), com um de software multi-fornecedores, multi-domínios e multi-tecnologias da própria Nokia. Isso permitirá aos CSPs,utilizarem suas próprias estratégias de implantação. O CSF facilita a implementação dos produtos de software da Nokia, bem como a integração e atualização dos mesmos. Para isso, ele usa uma variedade de princípios nativos da nuvem, que dará às operadoras a flexibilidade necessária para responder às demandas do mercado. Isso é essencial para controlar os custos em momentos de crescente complexidade da rede.

A cada vez maior adoção do 5G, com sua expansão acentuada da capacidade e da taxa de transferência de dados, permitirá que as operadoras personalizem suas redes de alta velocidade em 'fatias' para clientes corporativos, com base em necessidades definidas. Uma empresa de jogos virtuais, por exemplo, poderá exigir uma fatia por duas horas ou um estádio esportivo que precisa de uma fatia da rede por quatro horas.

Uma das operadoras que já vem utilizando o Digital Operations Center é a Singtel, de Singapura. A Nokia está ajudando a provedora a testar sua plataforma Network as a Service (NaaS), que visa dar a ela maior controle e visibilidade dos recursos de fatiamento em sua rede, ao mesmo tempo em que atende às necessidades específicas de empresas no 5G com velocidade, eficiência e flexibilidade.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.