Linhas de telefone fixo caem 8% e somam 35 milhões de unidades no Brasil

Por Claudio Yuge | 03 de Outubro de 2019 às 07h30
agência brasil
Tudo sobre

Anatel

Saiba tudo sobre Anatel

Ver mais

O Brasil ainda possui um número significativo de linhas de telefones fixos e, na última contagem, feita em agosto deste ano, foram calculados 35,17 milhões perfis domiciliares. Esses números representam uma queda de 0,8% em relação ao mês anterior e -8,22% na comparação com o mesmo período de 2018. Os dados são da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

As conexões públicas totalizam 19,32 milhões de unidades e apresentam baixa, de 284,54 mil (-1,45%) de julho para agosto, e de 2,25 milhões (-10,42%) nos últimos 12 meses. Já as privadas chegam a 15,85 milhões — um discreto aumento de 2,67 mil (+0,02%) em 30 dias e redução de 904,52 mil (-5,40%) na relação ano a ano.

Vivo é a operadora com mais linhas de telefonia fixa

As operadoras com mais de um milhão de linhas fixas em domicílios no país são:

  • Vivo com 11,47 milhões (32,62% do total)
  • Oi com 10,93 milhões (31,08%)
  • Claro com 10,05 milhões (25,58%)
  • Algar com 1,24 milhão (3,53%)
  • TIM com 1,02 milhão (2,90%)

Entre as conexões privadas, a Claro conta com 10,05 milhões de unidades (63,43%), seguida da Vivo com 3,76 milhões (23,75%) e da TIM com 1,02 milhão (6,43%). E entre locais em regime público, a Oi atende 10,75 milhões (55,65%) e a Vivo 7,71 milhões (39,89%).

De julho a agosto, a Claro, a TIM e a Algar Telecom tiveram alta no total de domicílios atendidos, de 38,32 mil (+0,38%), 16,83 mil (+1,68%) e 12,13 mil (+0,99%), respectivamente. Já nos últimos 12 meses, a TIM apresentou crescimento de 172,22 mil linhas fixas (+20,33%) e a Algar Telecom mais 85,18 mil (+7,36%).

Fonte: Anatel  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.