Huawei já está trabalhando em tecnologia 6G

Por Felipe Demartini | 15 de Agosto de 2019 às 13h33
Tudo sobre

Huawei

Saiba tudo sobre Huawei

Ver mais

A implementação da tecnologia 5G ainda está a alguns anos de nós, mas a Huawei já está olhando ainda mais para o futuro. A empresa deu o pontapé inicial no desenvolvimento de conexões 6G em seus laboratórios no Canadá, com previsão de aplicação prática para, pelo menos, 2030.

Quem falou sobre o assunto foi o vice-presidente de estratégias e parcerias da Huawei no Canadá, Song Zhang. De acordo com ele, o trabalho ainda está em fase preliminar, o que inclui também a conversa com universidades e acadêmicos canadenses para um acordo de cooperação e desenvolvimento da tecnologia. Por enquanto, o time da companhia ainda se encontra em uma fase de pesquisas, observando o padrão 5G e entendendo como será possível evoluir a partir dele.

Por isso mesmo, informações específicas sobre como a nova tecnologia vai funcionar não foram dadas, já que estas são respostas que, possivelmente, nem mesmo os próprios envolvidos possuem. O projeto0 também vem sendo conduzido a portas fechadas e não se sabe quando ele vai ser aberto oficialmente nem em que momento as empresas de telecomunicações poderão participar dele.

Desde já, entretanto, Zhang afirma que o laboratório canadense, localizado nas proximidades da cidade de Ottawa, deve liderar as pesquisas globais sobre a tecnologia 6G, principalmente após o trabalho de excelência realizado com o 5G desde 2009. Isso também deve levar a um incremento nos gastos com desenvolvimento no país, possivelmente envolvendo a ampliação da equipe envolvida e também das instalações.

O anúncio vem em um momento igualmente estratégico e complicado para a Huawei, que ainda lida com os reflexos globais do banimento imposto pelo governo dos Estados Unidos. Enquanto a administração de Donald Trump estuda exceções para um possível retorno dos negócios da empresa no país, ela também enfrenta escrutínio adicional em aliados dos EUA, os quais vêm sendo pressionados para que também apliquem sanções à chinesa.

O Canadá, inclusive, se encaixa nesse ponto, mas ainda não anunciou nenhuma restrição. De acordo com informações oficiais, o governo está realizando uma análise de segurança sobre as operações da Huawei no país antes de decidir se vai utilizar equipamentos da Huawei na implementação do 5G no país. Nesse sentido, a chegada do 6G pelas mãos da asiática soa incrivelmente distante.

Zhang concorda, mas aponta que é assim mesmo que as coisas funcionam. De acordo com o executivo, o tempo médio entre o início do desenvolvimento de um novo padrão de conexão e sua aplicação ao público é de 15 anos, mas com o 5G, esse período acabou reduzido para 11 anos. Sendo assim, nada mais justo do que iniciar a corrida pelo 6G desde já, mesmo que estejamos mais de uma década distantes de qualquer indício de aplicação real dela.

Fonte: The Logic

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.