Desligamento da TV analógica é adiado no Distrito Federal

Por Redação | 25.10.2016 às 20:54

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) avisou que o desligamento da TV analógica no Distrito Federal e Entorno se estenderá até o dia 17 de novembro. Anteriormente, o prazo estava previsto para terminar amanhã (26).

A região onde o encerramento das transmissões foi adiado abrange também as cidades goianas de Águas Lindas de Goiás, Cidade Ocidental, Cristalina, Formosa, Luziânia, Novo Gama, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso de Goiás.

De acordo com o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros, "o escalonamento do fim da transmissão analógica permitirá uma melhor adaptação das famílias que ainda não têm receptores digitais".

As 25 geradoras e retransmissoras que atuam no DF e Entorno terão liberdade para escolher quando farão o desligamento, contando a partir de amanhã (26) até o dia 17 de novembro. Algumas retransmissoras e geradoras “indicaram que vão fazer o desligamento já no início do processo, mas outras vão deixar mais para o final e algumas para o meio”, disse o conselheiro da Anatel, Rodrigo Zerbone.

Quem sintonizar as TV analógicas, após o desligamento, terá durante 45 dias uma cartela fixa informando como proceder para ter acesso ao sinal digital. No entanto, no caso das retransmissoras, que não geram conteúdo, a transmissão será simplesmente interrompida.

Conversores estão sendo distribuídos gratuitamente às famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único dos programas sociais do Governo Federal na região do Distrito Federal e Entorno. Segundo a secretária de Comunicação Eletrônica do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Vanda Bonna, "o governo quer garantir os direitos de acesso ao conteúdo digital para estas famílias".

Fonte: Anatel

Fonte: e-mail