Desde implementação da portabilidade, 33,8 milhões de números já foram migrados

Por Redação | 10.10.2016 às 15:00

Desde de a implementação da portabilidade numérica, consumidores já trocaram de operadora 33,8 milhões de vezes no Brasil, revelam dados divulgados pela Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABRTelecom), responsável pelo sistema.

A maior parte dos pedidos de migração foram da telefonia móvel, que respondeu por 63% do total – ou 21,4 milhões de migrações desde setembro de 2008, quando a portabilidade teve início, até setembro deste ano. A telefonia fixa respondeu pelos 37% restantes, com 12,41 milhões de migração no período.

Só no terceiro trimestre deste ano, foram 1,23 milhão de trocas de operadoras registradas pela associação – 348,1 mil (28%) delas demandadas por usuários de telefones fixos e 886,1 mil (72%), de dispositivos móveis.

Até o ano passado, 29 milhões de migrações tinham sido realizadas no Brasil, de acordo com a ABRTelecom, o que revela um aumento de de aproximadamente 4,8 milhões entre setembro de 2015 e deste ano.

Entre os motivos para a migração estão insatisfação com o serviço prestado, gastos elevados e até promoções. Desde setembro 2008, linhas de telefonia fixa e móvel passaram a ser encaradas como uma espécie de "propriedade individual" no país, dando o direito ao usuário de só trocar de número em uma migração de operadora se desejar.

A portabilidade numérica foi implantada gradativamente no país a partir de setembro de 2008 e cobriu todo o território nacional em março de 2009.

Fonte: Valor Econômico