De olho no mercado de TV a cabo, Verizon pode adquirir Comcast ou Charter

Por Redação | 17.01.2017 às 22:23
photo_camera Divulgação

A gigante das telecomunicações Verizon está considerando a aquisição de alguma grande empresa do setor de televisão por assinatura no mercado americano, indica uma reportagem do The New York Post publicada nesta terça-feira (17).

De acordo com duas fontes da publicação próximas ao assunto, o movimento pode ser uma resposta da companhia aos recentes movimentos da rival AT&T para as aquisições da DirecTV e Time Warner.

A sinalização teria vindo do próprio CEO da Verizon, Lowell McAdam, que sugeriu a amigos durante a Consumer Electronics Show (CES), em Las Vegas, que uma aquisição no setor estaria entre os seus planos.

Duas empresas estariam na mira da operadora: a gigante Comcast, maior companhia do mundo de TV por assinatura em termos de receita, ou a Charter, a segunda maior operadora de cabo dos Estados Unidos. Ainda assim, por enquanto, nenhuma aproximação ou conversa já teria acontecido entre as três empresas.

Efetivando uma compra, a Verizon teria a oportunidade de se tornar um player poderoso de telecomunicações, com ofertas combinadas de telefonia, TV e Internet – principalmente após a expansão do 5G. Em dezembro, McAdam já sugeriu em uma reunião com analistas de Wall Street que uma junção entre sua empresa e uma operadora a cabo faria "sentido industrial".

Outra indicação que o interesse pelo setor de cabo é real veio em abril do ano passado, quando a Verizon se desfez de parte de sua rede do serviço FiOS – serviço que empacota Internet, telefone e televisão em fibra óptica. Por questões regulatórias, a empresa não poderia dominar o mercado de cabo e FiOS ao mesmo tempo, o que justificaria a venda de parte da rede para a Frontier Communications.

McAdam tem sofrido uma pressão considerável desde o ano passado com o enrolado caso de aquisição da Yahoo. Desde que a empresa de Marissa Mayer divulgou ter sido vítima de dois enormes hacks nos últimos meses, o processo de aquisição da Yahoo pela Verizon se embolou completamente.

Originalmente, o valor que seria oferecido para a compra era de US$ 4,7 bilhões, mas agora já não se sabe se a oferta original – ou até mesmo se a aquisição – ainda permanece de pé.

Via: The New York Post