Clientes Oi devem registrar reclamações em caso de falha, segundo Procon-SP

Por Redação | 21.06.2016 às 19:09

Após o pedido de recuperação judicial solicitado pela Oi na última segunda-feira (20), o Procon-SP orienta os clientes da operadora a registrarem reclamações em órgãos de defesa do consumidor e na Anatel em caso de falhas de serviços, cancelamentos e portabilidades.

Em nota, o Procon-SP disse ser surpreende o montante da dívida anunciada e o pedido de recuperação judicial em si, jamais visto no setor regulado. "Diante da situação, a Fundação aguardará a decisão judicial e demais informações do pedido apresentado, como o detalhamento do plano de recuperação, adotando, se necessário, as medidas dentro de sua competência, pois entende que o cenário é extremamente delicado, apresentando problemas de gestão e também de fiscalização no segmento, a cargo da Anatel", explicou a nota.

Em termos de estrutura, a Oi é a maior prestadora de serviços telefônicos do Brasil, ocupando 34,4% da telefonia fixa, porém, a empresa acumulou uma quantia de R$ 51 bilhões em dívidas com bancos e investidores. O pedido, protocolado na 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, prevê amparo judicial para recuperação de uma dívida total de R$ 65,4 bilhões.

A questão deficitária da Oi se tornou um problema após as negociações com a Portugal Telecom, realizadas em 2013, que trouxe perdas de aproximadamente 900 milhões de euros.

Fonte Valor