Anatel registrou em junho 31,69 milhões de residências com banda larga fixa

Por Natalie Rosa | 07 de Agosto de 2019 às 09h19

O Brasil agora conta com 31,69 milhões de domicílios com acesso à banda larga fixa, segundo dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) de junho deste ano, apresentando aumento de 4,20% nos últimos 12 meses (1,28 milhão).

Apesar do crescimento, os meses de maio e junho foram negativos, com uma queda de 0,62%, sendo 196,89 mil pontos de acesso a menos. De acordo com o documento, as maiores participações de mercado no mês de junho foram registradas pela Claro, com 9,53 milhões de domicílios (um total de 30,8%); Vivo, com 7,39 milhões (23,31%); e Oi, com 5,75 milhões (18,16%).

A Anatel revela também que as Prestadoras de Pequeno Porte (PPPs), que detêm menos de 5% do mercado de varejo de telecomunicações, ofertaram banda larga fixa a 8,21 milhões de domicílios no período, sendo então um aumento de 25,91%.

O conjunto de PPPs também apresentou o maior crescimento da banda larga fixa nos últimos 12 meses em junho, com alta de 23,28%, mais de 1,55 milhão de domicílios. A Claro também registrou aumento de 364,27 mil (3,97%), enquanto Vivo e Oi contaram com queda de 198,52 mil (2,62%) e 483,96 mil (7,09%), respectivamente.

Imagem: Reprodução

Comparando com o mês anterior, as PPPs deixaram de atender 124,91 mil residências com banda larga fixa, redução de 1,50%. Porém, 506 das 5,5 mil empresas que se encaixam nesta categoria não enviaram os seus números do mês de junho para a Anatel.

Em relação às grandes empresas, a Claro foi a única que apresentou crescimento na variação mensal, com aumento de 0,15% (14,55 mil domicílios), enquanto a Vivo e Oi, novamente, apresentam queda de 0,52% (38,96 mil) e 0,63% (36,49 mil), respectivamente.

A Anatel também divulgou dados sobre a velocidade da internet do Brasil, revelando que, em junho de 2019, quase um terço das conexões estiveram acima de 34 Mbps, em 10,53 milhões das domicílios, sendo 33,23% do total. Na sequência estão as velocidades entre 2 Mbps a 12 Mbps em 8,85 milhões de estabelecimentos (27,92%), entre 12 Mbps a 34 Mbps em 7,80 milhões (24,62%), de 0,51 Mbps a 2 Mbps em 4,11 milhões (12,98%) e de até 0,51 Mbps em 395 mil (1,25%).

Em um período de 12 meses, as conexões acima de 34 Mbps foram as únicas que apresentaram crescimento, com aumento de 75,28% (4,52 milhões). Na variação mensal entre os meses de maio e junho, conexões acima de 34 Mbps chegaram a 409,24 mil estabelecimentos, sendo um aumento de 4,04%. Já as conexões de até 0,51 Mbps contaram com aumento de 1,21%, mais 4,72 mil localidades, mas também com a maior redução dos últimos 12 meses com queda de 48,49% (371,91 mil).

Os números completos estão disponíveis no portal da Anatel.

Fonte: Anatel

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.