Algar Telecom vai investir R$ 2,14 bi para ampliar oferta de banda larga

Por Redação | 29 de Abril de 2016 às 13h49

A Algar Telecom anunciou na última quinta-feira (28) que vai investir R$ 2,14 bilhões para ampliar a sua oferta de banda larga fixa e móvel no Brasil. A companhia brasileira fundada em 1954 vai captar recurso via reduções de alíquotas do imposto de renda aprovadas pelo Ministério das Comunicações (MC) e pretende aplicar a expansão até 2020.

A medida é possível graças à Lei 12.431/11, instituída em 2011 pelo governo federal, que altera a taxa de Imposto de Renda (IR) para investidores que apoiam a ampliação de infraestruturas prioritárias, como é o caso do setor de telecomunicações. Com a autorização dada pelo MC, a Algar Telecom ganha o direito de emitir papéis e negociá-los com pessoas físicas e jurídicas, que recolherão 0% e 15% em suas declarações de IR, respectivamente.

A iniciativa é parte de um projeto de universalização da banda larga levado a cabo pelo governo federal. “O Ministério universalizará, até 2018, a internet de alta velocidade a partir de recursos diretos e incentivos para o mercado”, garantiu o ministro das comunicações André Figueiredo, que participou do evento no qual a Algar anunciou seu plano de expansão. “Não existe crescimento nacional sem infraestrutura adequada. Por isso, temos um planejamento consistente para ampliar a capacidade do setor, que será impulsionado, de forma integrada, pelo programa 'Brasil Inteligente', que substituirá o Programa Nacional de Banda Larga”, completou.

O presidente da Algar Telecom Jean Borges ressaltou os esforços do MC no auxílio à expansão da companhia, que vai beneficiar cidadãos de sete estados brasileiros — Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Distrito Federal. “Em soluções de telecom, a Algar fornece serviços que melhoram a comunicação e, consequentemente, os resultados para cada consumidor”, disse o executivo. “O Ministério foi fundamental para suportar o crescimento da empresa, que apresentará, em todas as áreas de atuação, uma operação cada vez mais robusta”, concluiu.

Fonte: Ministério das Comunicações

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.