TIM relança app gratuito de mensagens para competir com Viber e WhatsApp

Por Redação | 09 de Abril de 2014 às 13h50
Tudo sobre

WhatsApp

A briga dos aplicativos de mensagens instantâneas acaba de ganhar mais um concorrente de peso. Nesta quinta-feira (9), a operadora TIM relançou o Blah, serviço que antes funcionava apenas para troca de SMS entre usuários e que agora vai competir diretamente com os gigantes WhatsApp e Viber. As informações são da revista Exame.

De acordo com a operadora, o app está disponível para todos os usuários de smartphones Android e iOS, e não é preciso assinar um plano de dados ou ser cliente da empresa. A companhia ainda afirma que antes de lançar o programa realizou testes durante dois meses com 24 mil usuários, que experimentaram o serviço e sugeriram mudanças para melhorar sua utilização.

Na prática, o Blah tem um funcionamento semelhante ao do Skype e Viber, ou seja, é possível integrar serviços de voz, mensagens, videochamadas, chat e ligações por VoIP. Para se conectar e autenticar o aplicativo, é necessário informar o número da linha de telefone ou se logar pelo perfil do Facebook. Feito isso, o app coleta todos os contatos do internauta para facilitar na hora da busca.

Assista Agora: Descubra o jeito certo de criar verdadeiros times de alta-performance e ter a empresa inteira focada em uma única direção.

Os usuários poderão fazer conversas em grupo de até 100 pessoas, enquanto chamadas em vídeo terão suporte para até quatro usuários simultâneos. Todo o histórico de conversas ficará armazenado em um só lugar, incluindo as mensagens de texto (SMS) que o dono do aparelho receber. Além disso, o programa vai utilizar cores diferentes para identificar três tipos de contatos: 1) se é cliente da TIM, 2) se utiliza o aplicativo e 3) se é usuário de ambos os serviços. Os utilizadores também poderão convidar os amigos para instalar o app.

Segundo a TIM, o Blah é gratuito e as tarifas cobradas correspondem apenas ao tráfego de dados da operadora do usuário. As chamadas tradicionais de voz e o envio de SMS feitos pela rede da operadora também serão tarifados de acordo com o plano utilizado. A companhia também afirma que, além dos smartphones, a plataforma ganhará uma versão para navegadores e tablets. Infelizmente, o Windows Phone não vai receber o app – pelo menos por enquanto.

TIM Blah

(Foto: Divulgação)

O lançamento do Blah se mostra como uma resposta da TIM ao crescimento dos serviços de comunicação integrada que ameaçam o SMS e outras mensagens cobradas de forma independente pelas empresas de telefonia. No início deste ano, um relatório da Strategy Analytics constatou que as pessoas estão deixando o SMS de lado porque estão cada vez mais propensas a usar as ferramentas de conversação oferecidas por lojas como App Store, Google Play ou Windows Store.

Só no ano passado, a receita com mensagens de texto das operadoras do mundo todo caiu pela primeira vez desde que o serviço foi lançado nos celulares, atingindo US$ 104 bilhões (4% a menos na comparação com 2012). A principal queda de utilização do SMS é associada à popularização dos programas de mensagem instantânea, como WhatsApp, Line Messenger e We Chat, que podem reduzir em 20% as receitas com SMS até 2017.

Recentemente, o Viber realizou duas ações promocionais aqui no Brasil que permitiam fazer ligações ilimitadas de graça para todos os telefones fixos e celulares do país e dos Estados Unidos. Desde então, a base de usuários do serviço no território nacional saltou de 10 milhões em janeiro para 15 milhões até o final de março.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.