TIM derruba o sinal dos seus clientes de propósito, afirma relatório da Anatel

Por Redação | 07 de Agosto de 2012 às 14h15

O jornal A Folha de S. Paulo publicou uma reportagem nesta terça-feira (7) na qual relata que a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) afirmou em relatório que a operadora TIM derruba o sinal durante as ligações dos seus clientes de propósito.

Os usuários do plano Infinity pagam por ligações feitas e não pelo tempo da chamada e, devido a isso, a empresa teria interesse em interromper essas ligações e fazer com que seus clientes disquem o número novamente.

A agência reguladora monitorou os serviços da operadora entre março e maio deste ano e percebeu que, para os clientes do plano, a queda de sinal era quatro vezes maior do que para os usuários de outros planos da TIM. Ainda segundo a publicação, a operadora faturou R$ 4,3 milhões ao derrubar mais de oito milhões de ligações durante o período analisado.

O caso levou o Ministério Público do Estado do Paraná a pedir a probição da venda de novos números da TIM, o ressarcimento dos clientes Infinity e também indenização por danos morais a todos os usuários.

A empresa afirmou que não foi notificada da ação judicial no Estado do Paraná e questionou o fato de ter sido a única tele a ser investigada sobre a queda de sinal durante as ligações.

No último mês, a Anatel proibiu a TIM de vender novos chips em mais de 19 estados brasileiros, junto com a Oi e a Claro, devido à falta de qualidade do serviço prestado aos clientes e da manutenção de suas redes.

TIM

A operadora teria faturado R$ 4,3 milhões por derrubar mais de oito milhões de ligações dos clientes Infinity

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.