Procon-SP: teles cumprem meta de solução de problemas, mas reclamações persistem

Por Redação | 28 de Maio de 2013 às 12h40
photo_camera Divulgação

Na última segunda-feira (27), a Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP) divulgou o resultado final do seu Plano de Metas de Redução de Demandas com informações de 38 empresas de diversos setores.

Os resultados mostram o desempenho das empresas que assumiram publicamente no ano passado compromissos de redução do número de atendimentos e melhoria nos índices de solução dos casos dos consumidores que procuraram o Procon-SP para realizar reclamações.

As operadoras de telefonia móvel, particularmente, conseguiram cumprir suas metas de soluções de problemas, porém, não foram eficazes na redução da quantidade de reclamações. Na verdade, o número de queixas perante o Procon-SP aumentou, principalmente entre clientes da TIM (39%).

A operadora Claro não havia se comprometido a baixar esses valores, somente a aumentar o índice de solução de problemas. Por meio de comunicado, a TIM afirma ter superado em 8% a meta de resoluções das CIPs (Carta de Informação Preliminar), que nada mais são do que as reclamações dos consumidores.

A Oi também se manifestou, dizendo que investiu R$ 6,6 bilhões na expansão da rede e aumento na qualidade dos serviços oferecidos em 2012. Já a Telefônica/Vivo alegou que os CIPs divulgados pelo Procon-SP não incluem apenas as reclamações contra a operadora, mas também pedidos de informações e outros tipos de consultas à Fundação. Para exemplificar, a empresa cita um relatório emitido no mês de março pelo próprio Procon-SP que indica uma redução de 11% no volume de reclamações fundamentadas em 2012.

Empresa Meta de CIP (queixas) Resultado CIP Meta de solução Resultado de solução
Claro Não consta Não consta 84% 85%
Oi - 2% + 1% 75% 77%
TIM - 1% + 39% 75% 83%
Vivo - 0,9% + 16% 87,5% 92%
Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.