Parcela do lucro distribuída a acionistas da Oi ficará abaixo do esperado

Por Redação | 14.08.2013 às 17:46
photo_camera Shopping Curitiba

A operadora de telefonia Oi decidiu modificar sua política de remuneração de acionistas após resultados financeiros do segundo trimestre ficarem abaixo do esperado. A remuneração anual dos investidores deve ficar abaixo dos R$ 500 milhões até 2016.

A confirmação dessa alteração foi feita pelo diretor financeiro da companhia, Bayard Gontijo, à agência de notícias Reuters. Além disso, por meio de um comunicado à imprensa, a companhia alegou que irá descontinuar a divulgação de suas projeções "devido à volatilidade verificada no ambiente macroeconômico nos últimos meses, especialmente com relação aos índices adotados como premissas para fundamentar a divulgação de projeções sobre desempenho futuro (guidance) - taxa de câmbio, taxas de juros e crescimento do PIB".

Nesta quarta-feira (14), a Oi informou que sofreu um prejuízo de R$ 124 milhões no trimestre correspondente aos meses de abril a junho e um aumento de 97% na provisão para devedores duvidosos. O presidente-executivo da empresa, Zeinal Bava, também falou aos acionistas por meio de uma teleconferência, e disse que o foco da sua gestão será a redução da provisão em pelo menos 50% e o aumento da produtividade das equipes de campo da Oi em 20% a 40%.

Mas, apesar dos números da operadora terem desapontado o mercado, Bava manteve a expectativa da empresa de investir R$ 6 bilhões este ano.