Operadoras poderão utilizar celular para ajudar a localizar desaparecidos

Por Redação | 31.05.2013 às 12:00
photo_camera iMore

As operadoras de telefonia celular poderão alugar suas redes para a criação de sistemas de localização de pessoas desaparecidas, de acordo com novo projeto aprovado nesta terça-feira (28) pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) do Senado. Com o uso do GPS, os usuários com celulares cadastrados poderão ter sua localização identificada pelo envio de SMS e navegação na internet. As informações são da Agência Senado.

A utilização da telefonia móvel para a busca de pessoas desaparecidas está prevista na PLC 54/2012 e o texto deve seguir para a sanção da presidência da República caso não sejam apresentados recursos durante a votação no Plenário do Senado. O texto prevê que as companhias estarão liberadas a alugar suas redes em condições de livre mercado.

O projeto, de autoria do deputado federal Valdir Colatto (PMDB-SC), teve como principal motivação o aumento no número de pessoas e crianças que desaparecem todos os dias no Brasil. Para o senador Valdir Pinheiro (PT-BA), relator do projeto da comissão, a proposta é fundamental para melhorar e ampliar os sistemas de informação dos órgãos que investigam casos de desaparecimento.

"Sem um sistema integrado que possa distribuir mensagens instantaneamente a baixo custo a qualquer pessoa no território nacional, em casos que exigem rápida mobilização, o sistema de prevenção e resgate de pessoas desaparecidas não pode funcionar satisfatoriamente", observou Pinheiro.