Operadora Virgin Mobile deve chegar ao Brasil em 2015

Por Redação | 15 de Maio de 2014 às 14h13
photo_camera Divulgação

Falta pouco para o mercado brasileiro de telefonia móvel ganhar um novo concorrente. De acordo com o site Teletime, a operadora Virgin Mobile espera conseguir "nas próximas semanas" as aprovações necessárias junto aos órgãos regulatórios do país para obter a licença de operação no Brasil. Isso significa que, se tudo ocorrer conforme o cronograma, a empresa lançará sua operadora móvel virtual (MVNO) por aqui já no ano que vem.

Para operar no país, todas as companhias de MVNO precisam da autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), além de encontrar parcerias que ofereçam a infraestrutura de serviços. Essa medida permite que empresas fora do segmento de telecomunicações se tornem operadoras de celular utilizando a rede de outras corporações do setor, como Vivo, TIM, Claro e Oi. O caso mais recente de uma organização que adotou essa estratégia foi o dos Correios, que devem lançar uma operadora de telefonia móvel até o final de 2014.

No caso da Virgin Mobile, que deu entrada na licença de MVNO na Anatel no dia 23 de janeiro deste ano, já existe uma parceria fechada com a Vivo para o uso da infraestrutura. Como informa a revista INFO, o modelo de negócio a ser adotado pela operadora deverá ser definido com a concessionária parceira – a Anatel não tem vínculo com essas negociações, mas é papel do órgão regulador liberar o credenciamento de empresas de MVNO que podem funcionar no Brasil.

A Virgin acredita que a aprovação da agência não deve demorar e, por isso, anunciou nesta quarta-feira (14) uma nova rodada de captação de capital acionário no valor de US$ 86 milhões. Outros US$ 41,5 milhões, parte de uma linha de crédito ampliada, vão ajudar a incluir as novas operações, primeiro no México, ainda este ano, e no Brasil, em 2015. Atualmente, a companhia opera na América Latina no Chile e Colômbia, que também vão receber novos investimentos para "financiar as oportunidades de crescimento e expansão".

Segundo a empresa, Chile e Colômbia captaram mais de US$ 140 milhões nos últimos três anos para o continente latino-americano. Além disso, a companhia afirma que ganha mais de 100 mil novos assinantes por mês e espera chegar a 1 milhão de clientes ativos na região "em breve".

A Virgin Mobile já está presente em 10 países, incluindo França, Austrália, Canadá, Reino Unido, África do Sul e Estados Unidos (onde utiliza a rede da Sprint). O objetivo da empresa é ser a principal operadora móvel virtual da América Latina, apostando no público jovem e em ofertas de pacotes de dados. O primeiro país do continente a receber a companhia foi o Chile, em 2012, seguido pela Colômbia, em 2013. No Brasil, a empresa pretende investir em telefonia pré-paga e planos controle, tanto para voz quanto para dados.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.