Oi nega ter fechado acordo com proposta de compra da TIM no Brasil

Por Redação | 04.11.2014 às 14:03 - atualizado em 04.11.2014 às 15:48
photo_camera Divulgação

A operadora Oi informou nesta segunda-feira (3) que não há nenhuma definição ou acordo assinado que conclua uma possível proposta de compra da TIM Participações. As informações são da agência Reuters.

"A companhia esclarece que, até esta data, não há qualquer definição ou acordo com relação a uma estrutura para a operação, e não foram assinados quaisquer instrumentos ou propostas visando uma operação", disse a empresa no comunicado.

A divulgação do esclarecimento foi uma resposta da Oi ao questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre informações do jornal Folha de S. Paulo da última sexta-feira (31), que afirmava que Oi, Vivo e Claro assinaram um acordo para realizar uma oferta conjunta pela compra da TIM no país.

Segundo as informações divulgadas anteriormente, as três operadoras teriam fechado um acordo para realizar uma oferta de R$ 32 bilhões pela TIM. No dia, a própria TIM negou que tivesse conhecimento ou envolvimento em qualquer tipo de negociação que visasse a venda da companhia.

Em agosto, a Oi anunciou a contratação do banco BTG Pactual como comissário responsável por desenvolver as alternativas necessárias que possibilitassem a aquisição de participação da Telecom Italia na TIM. Visando essa negociação já em curso por meio do BTG, a Oi ressaltou este fator como uma negativa ao acordo firmado na última sexta-feira.

"O contato com outros participantes de mercado que possam ter interesse na operação é um dos papéis do BTG Pactual na qualidade de comissário da companhia para a operação", comunicou a operadora.

Fonte: http://br.reuters.com/article/internetNews/idBRKBN0IN27820141103