Oi e Portugal Telecom anunciam fusão

Por Redação | 02 de Outubro de 2013 às 14h30
photo_camera Foto: Marcos Pinto/Divulgação

A brasileira Oi e a operadora portuguesa Portugal Telecom assinaram um memorando de entendimentos que, na prática, sinaliza a fusão entre as duas companhias, que deverá criar uma empresa chamada CorpCo.

A CorpCo será uma holding que controlará as ações tanto da Oi quanto da Portugal Telecom, criando assim uma operadora multinacional que já nasce com 100 milhões de clientes e presença em países que, somados, totalizam 260 milhões de habitantes.

Contudo, o comunicado divulgado pela Oi garante a continuidade das marcas comerciais Oi e Portugal Telecom, o que significa que não veremos mudanças de nomes por aqui.

Números da Oi

A Oi detém hoje, segundo dados da Teleco, 41,2% do mercado brasileiro de telefonia fixa. Na telefonia celular, a fatia é de 18,6%, ficando em quarto lugar atrás de Vivo, TIM e Claro. Na banda larga, o marketshare é de 29,2% e, na TV por assinatura, de 5,2%.

Apesar de possuir uma participação grande no mercado brasileiro, a companhia possui uma dívida líquida de quase R$ 30 bilhões.

A Portugal Telecom

A PT Telecom, em 2010, comprou 22,4% das ações da Oi em uma negociação de R$ 8,4 bilhões. Anteriormente, a empresa possuía também participação na Vivo, mas vendeu sua fatia para a espanhola Telefónica, hoje dona da marca.

Sobre a fusão

Com a fusão, PT Telecom e Oi devem criar uma das 20 maiores empresas mundiais de telecomunicações, com receitas de cerca de R$ 40 bilhões.

A união deve gerar “sinergias” de R$ 5,5 bilhões. Em outras palavras, as empresas devem cortar funções e departamentos que atualmente existem nas duas empresas, e provavelmente muitos funcionários deverão ser demitidos.

A CorpCo terá ações listadas no segmento Novo Mercado da BM&FBovespa, na bolsa de Nova York e na NYSE Euronext Lisbon. A Oi será uma subsidiária integral da CorpCo, que vai incorporar a Portugal Telecom.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.