Nono dígito no celular chega a mais cinco Estados brasileiros em novembro

Por Redação | 07.10.2014 às 08:35
photo_camera Divulgação

Usuários de telefonia móvel nos Estados do Amazonas, Amapá, Maranhão, Pará e Roraima devem ficar atentos para o próximo mês. A partir do dia 2 de novembro, estas cinco localidades passarão a adotar o nono dígito em todos os números de celular. A medida vale apenas para os celulares, uma vez que os telefones fixos continuarão com oito dígitos. As informações são do jornal O Globo.

A regra irá afetar os donos de aparelhos móveis com os seguintes DDDs: 92 e 97 (Amazonas); 96 (Amapá); 98 e 99 (Maranhão); 91,93 e 94 (Pará); e 95 (Roraima). No próximo dia 2, o nono dígito deverá ser acrescentado no momento da discagem e à frente do atual número por todos os usuários de telefone fixo e móvel que liguem para celulares nesses Estados, independentemente do local de origem da chamada.

Com a inclusão do nono dígito, cada área de numeração (DDD) tem, em média, sua capacidade aumentada de 38 milhões para 90 milhões de linhas. Até a adaptação das redes e dos usuários, as ligações discadas com oito dígitos nos Estados da região Norte ainda serão completadas. Após o período de transição, as chamadas marcadas com oito dígitos não serão mais completadas, mas a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que implementou o nono dígito, não deu detalhes de quando isso irá acontecer.

Um número a mais

A inclusão do nono dígito começou em 63 cidades da região de metropolitana de São Paulo, em julho de 2012, e chegou à capital paulista (área 11) definitivamente em outubro daquele ano. Em 2013, todos os municípios paulistas receberam a novidade, seguidos pelos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, que implementaram o número adicional em outubro do ano passado.

De acordo com a agência reguladora, foi necessária a inclusão de um nono número nos telefones móveis devido ao fim das combinações numéricas para novos chips habilitados na cidade de São Paulo, já que muitas pessoas possuem mais de um número de celular. A mudança atingiu todas as operadoras de telefonia móvel, que deveriam avisar seus clientes sobre a alteração.

Com base no cronograma da Anatel, o nono dígito será estendido, até o final de 2015, para Minas Gerais, Bahia, Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí. Depois, em dezembro de 2016, será a vez do Acre, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia, Tocantins, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Alguns aplicativos podem ajudar durante essa transição e reduzir o trabalho de acrescentar um nono dígito em todos os contatos da agenda do seu smartphone, como o NonoDigito e o 9d+. Neste link você conhece melhor o funcionamento de cada um deles e também faz o download dos apps no seu aparelho.