Ministro das Comunicações estima que serviço 3G cresceu 70% este ano

Por Redação | 17 de Dezembro de 2012 às 15h35

Hoje (17) o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, voltou a falar sobre o cenário da conexão 3G no Brasil. Segundo sua previsão, até o final de 2012 haverá um crescimento de mais de 70% no número de usuários da rede no país.

Mas isso não quer dizer necessariamente que tudo está em ordem. O ministro também deixou claro que o mercado continua aquecido enquanto o serviço se mostra congestionado. Um ponto complicador, segundo Paulo Bernardo, foram os investimentos realizados pelas operadoras de telefonia, que ficaram abaixo do necessário para atender a demanda.

Apesar do volume de investimentos ainda não estar no patamar ideal, ele tem apresentado um aumento nos últimos anos. A média anual durante cerca de dez anos foi de R$ 17 bilhões investidos, mas em 2011 esse número saltou para R$ 21,7 bilhões. Já este ano acredita-se que deva chegar à casa dos R$ 24 bilhões.

Mas se a rede 3G já está congestionada, como será com a chegada do 4G para a população? Segundo o ministro, o início das operações da tecnologia 4G no país deve ajudar a desafogar um pouco o serviço atual, já que o mais provável é que os usuários que mais utilizam dados migrem para a nova rede.

Na última semana, o presidente da Anatel, João Rezende, também demonstrou sua insatisfação com o serviço oferecido pelas operadoras de telefonia móvel no país. Ele declarou que as melhorias apresentadas após a suspensão das vendas de novas linhas ainda não foi o suficiente.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.