Jornal italiano diz que dona da Vivo está prestes a fazer oferta pela TIM Brasil

Por Redação | 06 de Janeiro de 2014 às 10h40

Desde o segundo semestre do ano passado que a Telefônica flerta com a Telecom Italia para adquirir a TIM Brasil. Muito embora negue que a operadora brasileira está a venda, a Reuters noticiou que a espanhola, proprietária da Vivo no Brasil, está prestes a formalizar uma oferta conjunta pela italiana.

Citando "fontes confiáveis", o jornal italiano Il Sole 24 Ore disse que a Telefônica pretende assumir e desmembrar a unidade local da Telecom Itália no Brasil. Para tanto, está buscando uma forma de criar uma forma de investimento com a Claro e Oi para comprar a unidade e separá-la.

Ao que tudo indica, a oferta será feita assim que o conselho da Telefônica se reunir no início da próxima semana para discutir o assunto e deverá ocorrer antes do término de janeiro.

A estratégia da Telefônica visa cumprir o objetivo de reduzir o controle no mercado de telefonia móvel brasileiro até meados de 2015. Ciente das dificuldades financeiras e dívidas que a Telecom Italia possui, a espanhola adotou a estratégia de comprar a porção brasileira da concorrente para dissolvê-la entre as demais.

A manobra, entretanto, foi barrada pelo órgão antitruste do Governo Federal, o Cade, que destacou a ilegalidade da negociação e alertou para o início de um possível monopólio no mercado. Para que o negócio seja viável, o órgão aconselhou que a TIM deveria ser desmantelada e repartida entre todas as operadoras móveis do país e não apenas as três principais.

Segundo fontes, a austeridade do discurso, no entanto, vem se abrandando à medida que as autoridades vêm sendo conquistadas com a ideia de executar o plano conforme o planejado pela dona da Vivo.

Consultada, a Telecom Italia retornou a afirmar que desconhece qualquer oferta pela sua unidade TIM Brasil e que ela é um "ativo estratégico" para a companhia.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.