Graças a ganhos fiscais, Telefônica registra dobro dos lucros no segundo tri

Por Redação | 30 de Julho de 2014 às 20h09

A Telefônica Brasil divulgou nesta quarta-feira (30) seus lucros para o segundo trimestre, que graças a ganhos fiscais resultantes da entrada em vigor da medida provisória 627, ficaram duas vezes maiores que os lucros referentes ao mesmo período do ano anterior, batendo 1,993 bilhão de reais, contra 914,2 milhões do segundo trimestre de 2013.

A medida provisória 627 foi sancionada em maio e foi responsável por várias mudanças tributárias sobre lucros de multinacionais no exterior. Graças a ela, foi também reaberto o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) para alguns setores da economia. De acordo com informações da Reuters, o efeito líquido de tal medida no resultado da empresa gerou saldo positivo de 1,196 bilhão de reais.

A Telefônica teve geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de 2,546 bilhões de reais, recuando 1,2 por cento na mesma comparação. Segundo analistas consultados em uma pesquisa da Reuters, as expectativas eram Ebitda de 2,563 bilhões de reais.

A receita líquida da empresa no terceiro trimestre foi de 8,617 bilhões de reais, significando avanço de 1,5 por cento ao ano, pressionado por recuos de 5,4 por cento no faturamento com serviços de telefonia fixa e de 8,5 por cento nas vendas de aparelhos.

No segundo trimestre, foi investido 1,615 bilhão de reais pela companhia, significando alta de 29 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior.

Já a base de linhas celulares da companhia registrou aumento de 4,1 por cento no período, batendo os 79,357 milhões. Foram registrados um aumento de 26,5% da base de clientes pós-pagos e recuo de 4,2% nos usuários pré-pagos.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.